Spigreen
Notícias recentes
Bolsonaro afirma que ele é quem manda, descarta constituinte e diz que 'não existe' autogolpe

Bolsonaro afirma que ele é quem manda, descarta constituinte e diz que 'não existe' autogolpe

access_time09/10/2018 07:11

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, desautorizou nesta segunda-feira (8)

Acidente na BR-163 é registrado em Peixoto de Azevedo

Acidente na BR-163 é registrado em Peixoto de Azevedo

access_time02/09/2018 10:32

Acidente envolveu veículo saveiro e motocicleta. Carro arrastou moto por aproximadamente 100 metros

Pressão das autoridades força saída temporária de presidente da Vale

Pressão das autoridades força saída temporária de presidente da Vale

access_time04/03/2019 08:49

Cinco semanas depois do rompimento de uma barragem de resíduos em Brumadinho (MG) deixar mais de 300

Estabelecidas regras de acesso aos fóruns de MT

Estabelecidas regras de acesso aos fóruns de MT

access_time16/10/2018 06:47

Foi publicada segunda-feira (15 de outubro) a Portaria nº 1247/2018-DGTJ que institui o Serviço de Controle de Acesso e dispõe sobre o acesso aos prédios dos fóruns das 79 comarcas do Estado de Mato Grosso. O documento foi expedido visando à necessidade de resguardar a segurança patrimonial e a integridade física dos magistrados, servidores e visitantes que frequentam os fóruns. A portaria foi divulgada no Diário Oficial da Justiça do dia 11 de outubro e é assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Rui Ramos Ribeiro.
 
O controle de acesso às dependências dos fóruns consiste no monitoramento das pessoas que tramitam nos fóruns por meio de mecanismos como identificação pessoal; implantação de circuito fechado de televisão e vídeo e de detectores de metais; utilização de cofre para guarda de armas; e oferta de armários para guarda de pertences. De acordo com a portaria, caso não seja possível a imediata implementação dessas disposições, a administração terá o prazo de até um ano para a implantação.

A portaria destaca ainda que a identificação dos visitantes deverá ser realizada pela verificação dos dados de identificação da pessoa interessada em ingressar nos prédios e também pelo cadastro dessas informações. O controle de acesso será realizado por pessoal designado, com auxílio, se possível, de meio eletrônico, prioritariamente pela entrada principal. As entradas secundárias devem permanecer fechadas e serão abertas, em casos excepcionais, após autorização do gestor-geral da comarca. As pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida terão acesso de forma diferenciada quando necessário.
 
Ainda a respeito do acesso aos prédios, será obrigatória a inspeção de segurança realizada por meio de detectores de metais, portáteis ou não, assim como a inspeção de objetos realizada por policial militar ou terceirizado do mesmo gênero do visitante. No caso de o sistema indicar a existência de metais, a pessoa portadora deverá apresentá-los e nova inspeção será realizada. Havendo recusa na exibição do objeto, será vedado o acesso, cabendo ao membro da equipe de segurança comunicar o fato, imediatamente, à Coordenadoria Militar e ao Juiz Diretor do Fórum ou a quem este delegar.
 
O juiz-diretor do Fórum poderá adotar medidas de segurança e de controle de acesso ainda mais restritivas se as particularidades locais exigirem, observados os direitos e garantias fundamentais dos cidadãos.





Por: Keila Maressa, Coordenadoria de Comunicação do TJMT

Outras notícias

Comentários