ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Falta de conclusão de Centro de Treinamento da UFMT previsto para a Copa de 2014 frustra estudantes

Falta de conclusão de Centro de Treinamento da UFMT previsto para a Copa de 2014 frustra estudantes

access_time09/06/2018 07:47

As obras da Copa do Mundo no Brasil seriam um legado para as futuras gerações, mas os serviços foram

Brasil e Chile avançam em negociação para acordo de livre comércio

Brasil e Chile avançam em negociação para acordo de livre comércio

access_time25/07/2018 07:30

O presidente Michel Temer disse hoje (24) que o avanço nas negociações para o estabelecimento de um

A maconha do vizinho está me incomodando, o que devo fazer?

A maconha do vizinho está me incomodando, o que devo fazer?

access_time28/02/2020 08:01

Morar em condomínio tem as suas vantagens e desvantagens, sendo que a principal dificuldade é a de c

'Indignada', diz mãe de Isabele após Justiça soltar adolescente que atirou e matou a amiga em Cuiabá

'Indignada', diz mãe de Isabele após Justiça soltar adolescente que atirou e matou a amiga em Cuiabá

Patrícia Guimarães Ramos, mãe de Isabele, criticou TJ pela soltura

access_time09/06/2022 10:21

A empresária Patrícia Guimarães Ramos, mãe da adolescente Isabele Ramos, morta com um tiro no rosto disparado pela melhor amiga, classificou como absurda a decisão do Tribunal de Justiça que votou favorável à soltura da atiradora.

A decisão, em um recurso de apelação da defesa, foi dada durante sessão da Terceira Câmara Criminal na tarde de quarta-feira (8).

A menor que atirou em Isabele estava internada no Complexo Pomeri, em Cuiabá, desde o dia 19 de janeiro de 2021, após ser condenada a 3 anos de internação por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Os desembargadores da Terceira Câmara Criminal, porém, mudaram o entendimento sobre o caso, alterando o crime de homicídio doloso para culposo, quando não há intenção de matar. Em razão desta mudança, determinaram então a soltura da menor.

“Desqualificar esse crime de doloso para culposo é inconcebível. Não vou me calar diante de tamanho absurdo”, escreveu Patrícia no Instagram.

Ainda na publicação, a empresária afirmou que está “indignada, surpresa e aflita” com a soltura da adolescente e deu a entender que o assassinato de Isabele ocorreu de forma premeditada, sem chance de defesa para a jovem.

“Estou indignada, surpresa, aflita… Minha filha não foi morta com uma arma de gatilho simples, mas uma arma que teve quer ser municiada, alimentada e carregada e a atiradora era perita nisso", afirmou.

"Foi morta sem qualquer chance de defesa", acrescentou.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) já foi notificada para liberar a menor. O processo corre em segredo de Justiça.





Por: Midia News (fotos: Pietra Nóbrega/MidiaNews e reprodução)

Outras notícias

Comentários