Camara Peixoto
Notícias recentes
Jovem conduzindo moto com escape barulhento é preso acusado de tráfico em Peixoto

Jovem conduzindo moto com escape barulhento é preso acusado de tráfico em Peixoto

access_time15/07/2021 07:09

Um jovem, de 19 anos, foi preso pela Polícia Militar, ontem, em Peixoto de Azevedo, na Rua Afonso Bo

PRF apreende 617 quilos de maconha que seriam levados para Cuiabá

PRF apreende 617 quilos de maconha que seriam levados para Cuiabá

access_time07/05/2019 08:49

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, segunda-feira (06), na BR-463, em Ponta Porã, no Mato

Confronto entre ladrões e policiais deixa dois assaltantes mortos e outro ferido

Confronto entre ladrões e policiais deixa dois assaltantes mortos e outro ferido

access_time27/07/2019 09:24

Um suposto confronto entre assaltantes e policiais deixou dois ladrões mortos e outro ferido na noit

EUA pedem reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a Venezuela
Conselho de Segurança da ONU — Foto: AP Photo/Seth Wenig

EUA pedem reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a Venezuela

Reunião solicitada para este sábado deve contar com a presença de Mike Pompeo

access_time24/01/2019 18:46

Os Estados Unidos pediram uma reunião do Conselho de Segurança da ONU para debater a crise na Venezuela, anunciou nesta quinta-feira (24) a missão americana nas Nações Unidas.

O encontro foi solicitado para sábado. Diplomatas indicaram que o encontro deve contar com a presença do secretário de Estado americano, Mike Pompeo.

Nesta quarta-feira (23), depois que o oposicionista Juan Guaidó se declarou presidente interino, a Venezuela cortou relações diplomáticas com os EUA e determinou que funcionários americanos deixem o país em 72 horas. As autoridades norte-americanas, no entanto, não reconheceram a declaração de Maduro. Pompeo disse que não acredita que o governo chavista "tenha autoridade legal para quebrar relações" com os Estados Unidos.

Nesta quinta, a Força Armada da Venezuela (FANB), considerada o principal apoio de Nicolás Maduro, denunciou a autoproclamação de Guaidó como um "golpe de Estado" e afirmou que o líder chavista é o "presidente legítimo".

A declaração foi dada pelo ministro da Defesa, Vladimir Padrino, ao lado da cúpula militar venezuelana. Padrino disse que os EUA e outros países travam uma guerra econômica contra a Venezuela.





Por: G1

Outras notícias

Comentários