anuncie aqui
Notícias recentes
ONU: cerca de 1,7 milhão de pessoas foram infectadas pelo HIV em 2018

ONU: cerca de 1,7 milhão de pessoas foram infectadas pelo HIV em 2018

access_time17/07/2019 07:55

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) divulgou hoje (16) que cerca de 1,7 mi

Investigação internacional mostra que míssil que derrubou voo na Ucrânia era russo

Investigação internacional mostra que míssil que derrubou voo na Ucrânia era russo

access_time24/05/2018 10:59

A equipe internacional que investiga a tragédia do voo MH17 da Malaysia Airlines de julho de 2014 na

CNH digital é grátis na maioria dos estados

CNH digital é grátis na maioria dos estados

access_time08/05/2018 14:43

Apesar de a empresa de processamento de dados do governo afirmar que a CNH digital está disponível e

EUA pedem reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a Venezuela
Conselho de Segurança da ONU — Foto: AP Photo/Seth Wenig

EUA pedem reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a Venezuela

Reunião solicitada para este sábado deve contar com a presença de Mike Pompeo

access_time24/01/2019 18:46

Os Estados Unidos pediram uma reunião do Conselho de Segurança da ONU para debater a crise na Venezuela, anunciou nesta quinta-feira (24) a missão americana nas Nações Unidas.

O encontro foi solicitado para sábado. Diplomatas indicaram que o encontro deve contar com a presença do secretário de Estado americano, Mike Pompeo.

Nesta quarta-feira (23), depois que o oposicionista Juan Guaidó se declarou presidente interino, a Venezuela cortou relações diplomáticas com os EUA e determinou que funcionários americanos deixem o país em 72 horas. As autoridades norte-americanas, no entanto, não reconheceram a declaração de Maduro. Pompeo disse que não acredita que o governo chavista "tenha autoridade legal para quebrar relações" com os Estados Unidos.

Nesta quinta, a Força Armada da Venezuela (FANB), considerada o principal apoio de Nicolás Maduro, denunciou a autoproclamação de Guaidó como um "golpe de Estado" e afirmou que o líder chavista é o "presidente legítimo".

A declaração foi dada pelo ministro da Defesa, Vladimir Padrino, ao lado da cúpula militar venezuelana. Padrino disse que os EUA e outros países travam uma guerra econômica contra a Venezuela.





Por: G1

Outras notícias

Comentários