anuncie aqui
Notícias recentes
Troca de comando do TSE não altera situação de Lula

Troca de comando do TSE não altera situação de Lula

access_time13/08/2018 14:09

A partir desta terça-feira (14), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terá uma troca de comando. Deix

Ministro da Fazenda descarta agora subir impostos para compensar diesel mais barato

Ministro da Fazenda descarta agora subir impostos para compensar diesel mais barato

access_time29/05/2018 11:00

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta terça-feira (29) que o governo não considera m

Adolescente agride namorada de 13 anos por ciúmes após ela sair de casa para visitar a mãe dela

Adolescente agride namorada de 13 anos por ciúmes após ela sair de casa para visitar a mãe dela

access_time01/08/2018 08:45

Um adolescente de 17 anos agrediu a namorada, de 13 anos, com socos e arranhões, após ela sair da ca

Ex-prefeito é condenado a 4 anos de prisão por utilizar máquinas públicas em propriedade particular
Ex-prefeito de Primavera do Leste, Getúlio Viana — Foto: Reprodução/TVCA

Ex-prefeito é condenado a 4 anos de prisão por utilizar máquinas públicas em propriedade particular

A utilização indevida de bens públicos para interesses alheios à administração municipal transcorreu entre os anos de 2009 a 2012

access_time06/12/2018 09:03

O ex-prefeito de Primavera do Leste, Getúlio Viana, foi condenado a 4 anos de prisão por utilizar maquinário, mão de obra, combustível e materiais públicos, de propriedade municipal, para a execução de obras em propriedade particular. A pena foi substituída por prestação de serviços à comunidade e pagamento de 10 salários mínimos ao Poder Judiciário.

O G1 não localizou a defesa do ex-prefeito. Na Justiça, o ex-prefeito negou as acusações e disse que a estrutura pública foi despendida no empreendimento em virtude de consertos necessários para reparar estragos causados na avenida, quando a referida empresa construiu galerias de escoamento de água.

A decisão é do dia 28 de novembro e foi proferida pelo juiz Alexandre Delicato Pampado. De acordo com a sentença, o ex-prefeito determinou a execução de diversos serviços de aberturas de ruas e avenidas (terraplanagem) para implantação de aproximadamente 40 mil metros quadrados de asfalto em loteamento privado, de propriedade de um empresário.

A utilização indevida de bens públicos para interesses alheios à administração municipal transcorreu entre os anos de 2009 a 2012, de acordo com a denúncia do Ministério Público Estadual. Depoimentos de agentes públicos envolvidos com o setor de obras da prefeitura, bem como testemunhas e policiais comprovaram o crime de responsabilidade, no entendimento do magistrado.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários