Spigreen
Notícias recentes
Ex-advogado de Cunha vira 'eminência parda' do governo Temer e causa incômodo em colegas

Ex-advogado de Cunha vira 'eminência parda' do governo Temer e causa incômodo em colegas

access_time17/05/2018 07:23

Ex-advogado do ex-deputado Eduardo Cunha (MDB-RJ), Gustavo do Vale é o atual ministro dos Direitos H

Governo vai fazer pente-fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo vai fazer pente-fino em 2 milhões de benefícios do INSS

access_time10/01/2019 08:23

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional d

Eclipse total da Lua ocorre hoje; veja dicas para acompanhar

Eclipse total da Lua ocorre hoje; veja dicas para acompanhar

access_time27/07/2018 07:10

Hoje (27) os olhos do mundo inteiro estarão voltados para o céu. No fim do dia, terá início o maior

Ex-treinador da seleção brasileira de ginástica é banido do esporte
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Ex-treinador da seleção brasileira de ginástica é banido do esporte

access_time01/04/2019 18:24

O ex-treinador da seleção brasileira masculina de ginástica artística Fernando de Carvalho Lopes foi banido definitivamente do esporte, acusado de abuso sexual e assédio moral a atletas, quando era técnico do Mesc, em São Bernardo do Campo.

A decisão foi tomada pelo Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), em julgamento ocorrido no domingo (31) na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, em Aracaju (SE).

O STJD é a segunda instância desportiva da ginástica. O tribunal informou que a pena de banimento foi decidida por unanimidade, tendo por base o Código de Conduta e Estatutos da Federação Internacional de Ginástica.

De acordo com o presidente do STJD, Fernando Silva Júnior, o Código Brasileiro de Justiça Desportiva estabelece que "decisões de pleno como esta são irrecorríveis". No entanto, acrescenta ele, “a nível de jurisdição nacional cabe embargos de declaração ou mesmo cortes internacionais”, disse à Agência Brasil.

“O embargo de declaração tem aspecto limitado, para investigar contradição ou omissão da decisão do pleno”, acrescentou o presidente do STJD. Por meio de nota, a CBG informou que o tribunal a ela vinculado foi o primeiro a tomar uma decisão deste nível – envolvendo assédios e abusos sexuais – na esfera esportiva do Brasil.

Além de ser punido com banimento do esporte, o ex-treinador da seleção brasileira masculina de ginástica artística poderá responder por crimes tanto na vara cível como criminal. “Cada espectro de atuação tem um objeto a ser tratado”, disse o presidente do tribunal ao explicar que o referido julgamento está limitado às questões desportiva e disciplinar.

“Os atos praticados refletem também na vida civil do cidadão e dos atletas vítimas. Então ele vai responder do ponto de vista cível, caso os atletas acionem a Justiça. Do ponto de vista criminal, depende de denúncia do Ministério Público”.





Por: Pedro Peduzzi - Repórteres da Agência Brasil

Outras notícias

Comentários