Camara Peixoto
Notícias recentes
Perigo após inicio de recuperação ponte sobre o Rio Peixoto começa a se abrir e motoristas dizem que a qualquer momento pode acontecer acidente

Perigo após inicio de recuperação ponte sobre o Rio Peixoto começa a se abrir e motoristas dizem que a qualquer momento pode acontecer acidente

access_time14/02/2022 13:36

Cerca de 06 meses atrás a empresa vencedora da licitação para reforma a estrutura da Ponte sobre o R

Carreta com materiais nocivos tomba na BR-364 e motorista fica preso nas ferragens em MT

Carreta com materiais nocivos tomba na BR-364 e motorista fica preso nas ferragens em MT

access_time05/03/2022 15:19

Um motorista ficou presos nas ferragens na manhã deste sábado (5) na BR-364. A carreta estava carreg

Estado aplica R$ 1,6 milhão em multas aos furões da quarentena

Estado aplica R$ 1,6 milhão em multas aos furões da quarentena

access_time06/05/2021 08:55

Adotada como uma medida mais rígida para conter o avanço da Covid-19 em todo o Estado, a Operação Di

Falta de justificativa por não votar impede expedição de documentos
© Antonio Augusto/Ascom/TSE

Falta de justificativa por não votar impede expedição de documentos

Ausência deve ser justificada até 60 dias após cada turno

access_time25/11/2020 09:15

O cidadão que não votar neste domingo (29), no segundo turno das eleições municipais, deverá justificar a ausência no pleito em até 60 dia na Justiça Eleitoral. A apresentação de justificativa de ausência em cada turno de votação deve ser feita separadamente. O voto é obrigatório para pessoas com mais de 18 anos e menos de 70.

Conforme explicado em matéria da Agência Brasil, o procedimento pode ser feito no site da Justiça Eleitoral ou pelo aplicativo e-Título.

Também é possível apresentar requerimento para a justificativa em qualquer zona eleitoral ou enviar a justificativa por via postal ao juiz da zona eleitoral em que está inscrito. O termo deve ser acompanhado de documento que comprove a ausência.

Não votar e não justificar a ausência na eleição podem criar uma série de dificuldades no dia a dia dos eleitores. De acordo com o Código Eleitoral, o cidadão não consegue tirar segunda via da carteira de identidade e nem expedir passaporte.

Se for funcionário público ou empregado de estatal, poderá ficar sem receber o pagamento do salário. Também não poderá obter empréstimos em bancos oficiais e nem receber benefícios previdenciários.

A lei impede a matrícula em estabelecimento de ensino público, a inscrição em concurso público e ser investido de cargo ou função pública. A lei ainda proíbe a participação em concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal, dos municípios.

Saiba mais sobre as consequências de não apresentar a justificativa no site do Tribunal Superior Eleitoral. 





Por: Agência Brasil - Brasília

Outras notícias

Comentários