ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Pena pode ser diminuída após aprovação em exame nacional, diz TJ-SP

Pena pode ser diminuída após aprovação em exame nacional, diz TJ-SP

access_time05/03/2020 10:31

A aprovação no Exame Nacional para Certificação de Competência de Jovens e Adultos (Encceja) pode se

A brutal morte de um cachorro vira-lata leva o Brasil ao divã

A brutal morte de um cachorro vira-lata leva o Brasil ao divã

access_time06/12/2018 08:49

Os últimos dias vem sendo de enorme comoção desde que o vídeo da brutal morte de um cachorro vira-la

Parceria entre instituições viabiliza instalação de unidade da PRF para combate ao tráfico de pessoas

Parceria entre instituições viabiliza instalação de unidade da PRF para combate ao tráfico de pessoas

access_time12/11/2021 10:39

A partir desta quinta-feira (11.11) os moradores das cidades ligadas pela BR-163 no extremo Norte de

Fazendeiro denuncia mulher por atear fogo em lavoura para se vingar do ex dela que trabalha na propriedade
Lavoura de milho foi incendiada em Sorriso (MT) e ex-namorada de funcionário é suspeita do crime — Foto: Reprodução

Fazendeiro denuncia mulher por atear fogo em lavoura para se vingar do ex dela que trabalha na propriedade

Horas antes do incêndio, a mulher teve uma discussão com o ex-namorado dela, que trabalha na fazenda, e ameaçou que voltaria para se vingar

access_time24/06/2022 08:53

Uma mulher foi denunciada por suspeita de invadir uma fazenda onde o ex-namorado dela trabalha e atear fogo em uma lavoura de milho, localizada em Sorriso, no norte do estado. O caso foi registrado na última segunda-feira (20).

De acordo com a Polícia Civil, o dono da propriedade registrou um boletim de ocorrência denunciando o caso. Segundo ele, a suspeita teve um desentendimento com o funcionário da fazenda pouco antes do incêndio na lavoura.

Conforme o relato do fazendeiro à polícia, a mulher teria feito uma ameaça contra o ex e afirmou que iria se vingar dele. Horas depois, a lavoura de milho pegou fogo. Câmeras de segurança da propriedade teriam registrado que o incêndio foi criminoso.

As imagens serão entregues à Polícia Civil para investigação do caso.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários