Kurupí
Notícias recentes
Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos promove Encontro da Melhor Idade

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos promove Encontro da Melhor Idade

access_time11/07/2018 10:28

Na sexta-feira (06) a equipe da secretaria municipal da Assistência Social realizou o encontro dos i

Peixoto de Azevedo recebe a quinta parcela do PNAE

Peixoto de Azevedo recebe a quinta parcela do PNAE

access_time12/07/2018 09:27

A quinta parcela do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) no valor R$ 41.953,20, foi trans

Faça sua inscrição no Programa Jovem Aprendiz e trabalhe junto à Energisa

Faça sua inscrição no Programa Jovem Aprendiz e trabalhe junto à Energisa

access_time24/07/2019 17:49

A Energisa Soluções, empresa nacional e de grande porte, especializada no desenvolvimento de soluçõe

Fevereiro seguirá com bandeira tarifária verde
Marcello Casal jr/Agência Brasil

Fevereiro seguirá com bandeira tarifária verde

access_time26/01/2019 09:21

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje (25) que a bandeira tarifária para fevereiro de 2019 será a mesma de janeiro: verde, sem custo extra para os consumidores. Apesar da manutenção da bandeira verde, o mês de janeiro apresentou volume menor de chuvas que o esperado.

Em nota, a agência disse que, “mesmo com a elevação do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) provocada pela diminuição das chuvas em janeiro, a estação chuvosa está em curso, propiciando elevação gradativa da produção de energia pelas usinas hidrelétricas e melhora do nível dos reservatórios, com a consequente recuperação do risco hidrológico (GSF)”.

O GSF e o PLD são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada, disse a Aneel.

Sistema
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado, de acordo com a Aneel, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha (patamar 1 e 2) está relacionada aos custos da geração de energia elétrica. Na amarela há o acréscimo de R$ 1 a cada 100 kWh (quilowatts-hora). Na vermelha no patamar 1, o adicional nas contas de luz é de R$ 3 a cada 100 kWh; no 2, o valor extra sobe para R$ 5.

Dicas de economia
Para evitar aumento significativo nas contas, a Aneel dá dicas para que os consumidores economizem energia. Entre elas a de, no caso do uso de chuveiros elétricos, se tomar banhos mais curtos e em temperatura morna ou fria.

A agência sugere também a diminuição no uso do ar condicionado e que, quando o aparelho for usado, que se evite deixar portas e janelas abertas, além de manter o filtro limpo. A Aneel sugere, ainda, que o consumidor tenha atenção para deixar a porta da geladeira aberta apenas o tempo que for necessário e que nunca se coloque alimentos quentes em seu interior.

Uma outra dica da Aneel para que o consumidor economize energia é a de juntar roupas para serem passadas de uma só vez e que não se deixe o ferro de passar ligado por muito tempo. Sugere também que, durante longos períodos de ausência, o consumidor evite deixar seus aparelhos em stand-by. Nesse caso, o mais indicado é retirá-los da tomada.





Por: Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil

Outras notícias

Comentários