Spigreen
Notícias recentes
Peixoto de Azevedo tem 03 casos confirmados de covid-19

Peixoto de Azevedo tem 03 casos confirmados de covid-19

access_time04/05/2020 11:07

A Secretaria Municipal de Saúde de Peixoto de Azevedo, informou que até domingo (03) foram contabili

Dia sangrento Palestinos enterram mortos por tropas de Israel em Gaza

Dia sangrento Palestinos enterram mortos por tropas de Israel em Gaza

access_time15/05/2018 07:22

Famílias palestinas enterram nesta terça-feira (15) os corpos de parentes que foram mortos nesta seg

MT tem o maior nº de candidatos 'forasteiros' ao Senado

MT tem o maior nº de candidatos 'forasteiros' ao Senado

access_time17/09/2018 08:24

Um em cada 3 candidatos aos governos estaduais nas eleições de 2018 nasceu fora do estado que preten

Fiscais flagram desmate no Pantanal e aplicam multa de mais de R$ 1 milhão em MT
Fiscais flagraram desmate no Pantanal e aplicaram multa de mais de R$ 1 milhão Santo Antônio de Leverger (Foto: Sema/MT)

Fiscais flagram desmate no Pantanal e aplicam multa de mais de R$ 1 milhão em MT

Ação resultou na condução dos executores do desmate ilegal para a delegacia, apreensão de dois tratores esteira e 80 metros de correntão.

access_time29/05/2018 07:45

Fiscais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema-MT) flagraram o início de um desmate de uma área de 185,2 hectares de vegetação nativa do Pantanal em Santo Antônio de Leverger, a 35 km de Cuiabá.

A situação foi divulgada nessa segunda-feira (28) pela Sema.

A fiscalização foi realizada em uma propriedade rural onde estava ocorrendo a derrubada das árvores.

Na tentativa de legalizar a ação, o proprietário apresentou aos fiscais uma Declaração de Limpeza de Áreas em Imóveis Rurais (DLA).

O documento, segundo a Sema, era fraudulento, uma vez que o referido documento só pode ser utilizado em áreas com vegetação rala e fina.

No entanto, na área a vegetação não atendia essas características, já que as árvores eram de grande porte.

Para a Sema, mesmo assim, este documento não é o correto, uma vez que o Pantanal é uma região de proteção especial e a autorização para limpeza de área somente poderá ser expedida mediante vistoria técnica realizada pela Sema.

O proprietário da área foi autuado em R$ 926 mil e engenheiro responsável pela elaboração do laudo fraudulento foi multado em R$ 250 mil por apresentar informação falsa no âmbito do procedimento administrativo.

A ação de fiscalização resultou na condução dos executores do desmate ilegal para a delegacia, apreensão de dois tratores esteira e 80 metros de correntão.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários