anuncie aqui
Notícias recentes
Bolsonaro terá agenda internacional intensa a partir deste mês

Bolsonaro terá agenda internacional intensa a partir deste mês

access_time11/03/2019 16:52

A agenda internacional do presidente Jair Bolsonaro começa intensa na segunda quinzena deste mês e p

Palmeiras mantém 95% de chance de ser campeão brasileiro, diz matemático

Palmeiras mantém 95% de chance de ser campeão brasileiro, diz matemático

access_time19/11/2018 08:05

O Palmeiras manteve em 95% a chance de ser campeão brasileiro de 2018, nas contas do matemático Tris

Casal é assassinado na frente dos 4 filhos em MT; mulher amamentava gêmea

Casal é assassinado na frente dos 4 filhos em MT; mulher amamentava gêmea

access_time20/03/2019 09:00

Um casal foi assassinado na madrugada desta quarta-feira (20) em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. Segund

Fiscais flagram desmate no Pantanal e aplicam multa de mais de R$ 1 milhão em MT
Fiscais flagraram desmate no Pantanal e aplicaram multa de mais de R$ 1 milhão Santo Antônio de Leverger (Foto: Sema/MT)

Fiscais flagram desmate no Pantanal e aplicam multa de mais de R$ 1 milhão em MT

Ação resultou na condução dos executores do desmate ilegal para a delegacia, apreensão de dois tratores esteira e 80 metros de correntão.

access_time29/05/2018 07:45

Fiscais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema-MT) flagraram o início de um desmate de uma área de 185,2 hectares de vegetação nativa do Pantanal em Santo Antônio de Leverger, a 35 km de Cuiabá.

A situação foi divulgada nessa segunda-feira (28) pela Sema.

A fiscalização foi realizada em uma propriedade rural onde estava ocorrendo a derrubada das árvores.

Na tentativa de legalizar a ação, o proprietário apresentou aos fiscais uma Declaração de Limpeza de Áreas em Imóveis Rurais (DLA).

O documento, segundo a Sema, era fraudulento, uma vez que o referido documento só pode ser utilizado em áreas com vegetação rala e fina.

No entanto, na área a vegetação não atendia essas características, já que as árvores eram de grande porte.

Para a Sema, mesmo assim, este documento não é o correto, uma vez que o Pantanal é uma região de proteção especial e a autorização para limpeza de área somente poderá ser expedida mediante vistoria técnica realizada pela Sema.

O proprietário da área foi autuado em R$ 926 mil e engenheiro responsável pela elaboração do laudo fraudulento foi multado em R$ 250 mil por apresentar informação falsa no âmbito do procedimento administrativo.

A ação de fiscalização resultou na condução dos executores do desmate ilegal para a delegacia, apreensão de dois tratores esteira e 80 metros de correntão.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários