Kurupí
Notícias recentes
INSS começa a pagar hoje a primeira parcela do 13º dos aposentados

INSS começa a pagar hoje a primeira parcela do 13º dos aposentados

access_time26/08/2019 07:12

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar nesta segunda-feira (26) a primeira parcel

Prefeitura recupera mais pontes no Distrito de União do Norte

Prefeitura recupera mais pontes no Distrito de União do Norte

access_time13/08/2018 13:30

Secretaria Municipal de Transportes de Peixoto de Azevedo está com várias frentes de trabalho no Dis

Primeira-ministra britânica anuncia renúncia

Primeira-ministra britânica anuncia renúncia

access_time24/05/2019 09:28

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou nesta sexta-feira (24) que vai deixar, no dia 7

Fiscalização detecta ausência de enfermeiro em unidades de saúde de Peixoto e Matupá

Fiscalização detecta ausência de enfermeiro em unidades de saúde de Peixoto e Matupá

Também foram constatados casos de armazenamento e manipulação incorreta de remédios e falta de identificação de insumos

access_time13/02/2020 09:10

Vinte e três unidades de saúde e uma cadeia pública da região Norte de Mato Grosso estão sendo alvo da Força Regional de Fiscalização, realizada pelo Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT), que encerra-se nesta quinta-feira (13).

A operação concentrada reúne quatro enfermeiros fiscais e dois conselheiros do Coren-MT. Eles vistoriam irregularidades relacionadas ao exercício da enfermagem que podem pôr em risco a assistência ao paciente.

Nesta quarta-feira (12) serão fiscalizados hospitais e unidades de saúde do município de Guarantã do Norte.

A operação começou na terça-feira (11), em Matupá, onde foram vistoriados dois hospitais e quatro Unidades de Saúde da Família (USF).

Em Peixoto de Azevedo, a fiscalização passou por três USFs, um hospital e a Cadeia Pública do município.

Seis das unidades não contavam com enfermeiro em parte ou durante todo seu período de funcionamento.

Em alguns casos, em decorrência de afastamento por férias, demonstrando falta de planejamento e déficit de pessoal. A presença de enfermeiro é obrigatória.

A fiscalização levantou também problemas de má conservação nos prédios, como infiltrações e mofo, e medicamentos vencidos, entre eles o cloridrato de dopamina.

Também foram constatados casos de armazenamento e manipulação incorreta de remédios e falta de identificação de insumos.

Entre as unidades com mais problemas está o Hospital Regional de Peixoto de Azevedo, onde entre outras irregularidades, foi encontrado medicamentos vencidos.

Mais de 240 profissionais de enfermagem estão sendo contactados durante a ação.

As demandas de infra-estrutura e situações que extrapolam a competência do Coren-MT serão encaminhadas aos órgãos competentes.

Em 2019, o Coren-MT realizou operações do mesmo porte nos municípios de Barra do Garças e Rondonópolis.





Por: Por G1 MT

Outras notícias

Comentários