anuncie aqui
Notícias recentes
Emissão de CNH Digital passa a ser obrigatória no país

Emissão de CNH Digital passa a ser obrigatória no país

access_time03/07/2018 07:35

Passou a ser obrigatória nesta segunda-feira (02), a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CN

Às vésperas do prazo final, 11 partidos têm convenção no fim de semana

Às vésperas do prazo final, 11 partidos têm convenção no fim de semana

access_time04/08/2018 07:48

Em meio a dificuldades para definição de vices e composição de alianças, no último fim de semana par

Temer assina decretos que modificam regras do setor de mineração

Temer assina decretos que modificam regras do setor de mineração

access_time12/06/2018 14:39

O presidente Michel Temer assinou nesta terça-feira (12), em cerimônia no Palácio do Planalto, um de

Flamengo empata com o River e avança em segundo na Libertadores
O garoto Vinícius Júnior foi titular do Flamengo na Argentina (Foto; Eitan Abramovich/AFP)

Flamengo empata com o River e avança em segundo na Libertadores

access_time24/05/2018 07:24

Já classificados para a próxima fase da Copa Libertadores da América, River Plate e Flamengo empataram sem gols em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. Assim, o time argentino terminou em primeiro lugar no grupo 4, com 12 pontos ganhos, enquanto o rubro-negro carioca ficou com 10 pontos ganhos, na segunda colocação. Os dois times ainda estão invictos na competição sul-americana.

O jogo teve poucos momentos de emoção, quase todos por conta do River Plate que chegou a mandar uma bola no travessão nos minutos finais. O Flamengo entrou mais preocupado com a defesa e pouco ameaçou o gol defendido por Armani. O goleiro Diego Alves mostrou muita insegurança e cometeu algumas falhas que poderiam ter causado a derrota do time brasileiro, se os atacantes do River Plate estivessem numa noite inspirada.

O jogo 
O River Plate chegou com perigo na área do Flamengo antes do primeiro minuto com um chute de Scocco que foi facilmente defendido por Diego Alves.

O time argentino ficava mais tempo com a bola, enquanto o time carioca tentava imprimir velocidade nas jogadas de ataque. Aos sete minutos, o Flamengo criou sua primeira boa chance para marcar.Lucas Paquetá bateu forte, Armani deu rebote, Éverton Ribeiro chutou prensado com a zaga e a bola sobrou para Vinicius Júnior que mandou por cima do travessão.

A partida ficou equilibrada com as duas equipes buscando a marcação do gol, mas encontrando dificuldades por causa da boa marcação das defesas.

Mesmo atuando fora de casa. a equipe dirigida por Maurício Barbieri mostra mais vontade de atacar. Aos 19 minutos, o lateral Renê tentou achar Henrique Dourado na área, mas o goleiro Armani saiu bem e ficou com a bola.

Aos 23 minutos, Fernández investiu em direção à área carioca e foi derrubado por Paquetá; Ele mesmo cobrou a falta e Montiel cabeceou por cima do gol. O River Plate se animou com a jogada e com o apoio da torcida, tentou fazer pressão contra a defesa rubro-negra.

Depois dos 30 minutos, a partida caiu de nível com as duas equipes se preocupando mais com a marcação do que com a organização dos ataques.

Aos 42 minutos, o River Plate construiu sua primeira grande jogada de ataque. Palacios cruzou na área, a bola passou por todo mundo e caiu nos pés de Fernández que lançou Scocco na área,mas a conclusão do atacante encobriu o travessão defendido por Diego Alves.

No último lance importante do primeiro tempo, aos 45 minutos, Rodinei cruzou da direita e a bola passou por quatro jogadores rubro-negros na área argentina, sem que ninguém conseguisse encostar o pé na bola.

As duas equipes voltaram sem modificações para o segundo tempo. E o jogo recomeçou com um ataque perigoso do River. Scocco recebeu na esquerda, derivou para o meio e soltou a bomba. A bola passou muito perto da trave direita.

A equipe da casa se comportava de modo mais agressivo e, aos 11 minutos, Saracchi cruzou e Scocco cabeceou por cima.

Sem muitas ambições, o Flamengo apenas tocava a bola sem incomodar a defesa do time argentino. Só aos 25 minutos é que a equipe rubro-negra voltou a aparecer na área portenha. Henrique Dourado recebeu na área, se livrou do marcador e concluiu forte, mas a bola saiu.

O jogo era de baixo nível técnico com as duas equipes sem demonstrar muito interesse pela vitória. Aos 32 minutos, Lucas Pratto, pouco participativo, recebe lançamento na área e chuta sem levar perigo para Diego Alves.

Aos 35 minutos, o goleiro do Flamengo errou ao tentar colocar a bola em jogo com os pés e acabou fazendo um passe para Scocco que demorou a concluir e permitiu que Diego Alves consertasse o erro, fazendo uma boa defesa.

Aos 44 minutos, após cruzamento na área, Diego Alves saiu mal e a bola sobrou para Borré que, de voleio, manda a bola no travessão, no último lance importante da partida.

FICHA TÉCNICA
RIVER PLATE 0 X 0 FLAMENGO

Local: Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires (Argentina)
Data: 23 de maio de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 20h45 (de Mato Grosso)
Árbitro: Andres Cunha (Uruguai)
Assistentes: Mauricio Espinosa (Uruguai) e Nicolás Taran (Uruguai)
Cartões amarelos: Nacho Fernández, Scocco, Enzo Pérez, Maidana (River) ; Lucas Paquetá, Jean Lucas(Fla)

RIVER PLATE: Armani, Montiel, Maidana, Pinola e Saracchi; Ponzio, Enzo Pérez, Palacios (Rojas) e Nacho Fernández; Scocco (Mora) e Lucas Pratto (Borré)
Técnico: Marcelo Gallardo

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Rhodolfo, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro e Jean Lucas (Jonas); Vinicius Júnior (Marlos Moreno) e Henrique Dourado (Lincoln)
Técnico: Maurício Barbieri





Por: Gazeta Esportiva

Outras notícias

Comentários