anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Polícia Civil prende homem que tentou matar a mesma vítima duas vezes em Paranaíta

Polícia Civil prende homem que tentou matar a mesma vítima duas vezes em Paranaíta

access_time26/02/2024 11:09

Autor de dupla tentativa de homicídio praticada contra a mesma vítima, em Paranaíta, foi preso pela

Resistente a antibióticos e 'praga' em hospitais: saiba mais sobre a superbactéria que matou 5 bebês

Resistente a antibióticos e 'praga' em hospitais: saiba mais sobre a superbactéria que matou 5 bebês

access_time18/03/2023 08:14

Responsável pela morte de cinco bebês em Cuiabá (MT), a bactéria Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase

Polícia prende homem acusado de torturar e matar três onças

Polícia prende homem acusado de torturar e matar três onças

access_time01/04/2023 19:25

João de Deus da Silva foi preso nessa sexta-feira (31) acusado de torturar e matar três onças que ap

Forças de segurança fazem operação para desarticular área de garimpo ilegal em terra indígena no Mato Grosso

Forças de segurança fazem operação para desarticular área de garimpo ilegal em terra indígena no Mato Grosso

access_time21/03/2023 08:33

A Polícia Federal deflagrou hoje, mais uma fase da operação Alfeu com objetivo de reprimir a atividade criminosa de extração ilegal de ouro e de usurpação de bens da União em toda a extensão da Terra Indígena Sararé. A ação acontece de forma simultânea e coordenada com operações de outros órgãos como Exército Brasileiro (Operação Ágata), Polícia Militar Ambiental e Funai. 

As máquinas utilizadas na atividade de garimpagem ilegal que se encontrarem em boas condições e passíveis de serem retiradas do meio da mata, serão apreendidas e destinadas a órgãos públicos e às prefeituras dos municípios vizinhos à área degradada, conforme determinação judicial.  

Em caso de bens sem valor monetário expressivo ou de difícil/impossível remoção serão destruídas com intuito de cessar a atividade criminosa, informou a Polícia Federal.  

A PF reforçou que busca conseguir elementos para o prosseguimento das investigações criminais, a fim de “identificar os financiadores dessa atividade ilegal, além de descapitalizar a organização criminosa que, ao atuar dentro da Terra Indígena Sararé, tem causado danos ambientais irreversíveis”.





Por: Redação Só Notícias (foto: assessoria)

Outras notícias

Comentários