anuncie aqui
Notícias recentes
Presidente da Itália indica ex-diretor do FMI como premiê interino para formar governo

Presidente da Itália indica ex-diretor do FMI como premiê interino para formar governo

access_time28/05/2018 07:33

O presidente da Itália, Sergio Matterella, indicou o ex-diretor do Fundo Monetário Internacional Car

Orientações sobre idade mínima na educação infantil saem até setembro

Orientações sobre idade mínima na educação infantil saem até setembro

access_time16/08/2018 07:55

Após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre idade mínima para ingresso na educação infantil

Prefeitura e Câmara de Comodoro (MT) abrem concurso com salário de até R$ 6 mil

Prefeitura e Câmara de Comodoro (MT) abrem concurso com salário de até R$ 6 mil

access_time03/06/2018 20:32

A Prefeitura e a Câmara e Vereadores de Comodoro, 677 km de Cuiabá, abriram as inscrições de um conc

Fortes chuvas deixam mais de 30 mortos no Japão e províncias em alerta máximo
Chuvas destruíram estrada em Hiroshima (Foto: AFP Photo) Chuvas destruíram estrada em Hiroshima (Foto: AFP Photo)

Fortes chuvas deixam mais de 30 mortos no Japão e províncias em alerta máximo

Ao menos 47 pessoas estão desaparecidas. Províncias de Kyoto, Hyogo, Okayama e Gifu estão em alerta para risco de deslizamento e inundações.

access_time07/07/2018 08:12

As fortes chuvas que atingem o Japão já deixaram 38 mortos, quatro feridos graves e 47 desaparecidos, de acordo com balanço divulgado pela Associated Press neste sábado (7).

A Agência Meteorológica de Japão (JMA) mantém o alerta máximo para inundações e riscos de deslizamentos de terra nas províncias de Kyoto, Hyogo, Okayama e Gifu. Outras 28 das 47 províncias estão em alerta e as autoridades ordenaram a retirada de aproximadamente 4 milhões de pessoas.

A região oeste do país é onde foram registradas as 21 vítimas, entre 40 e 90 anos, segundo os últimos números da polícia e corpos de bombeiros divulgados pela emissora pública "NHK".

Vista aérea mostra moradores sobre telhado da casa submersa em uma área inundada em Kurashiki, sul do Japão (Foto: Kyodo / via Reuters)
Vista aérea mostra moradores sobre telhado da casa submersa em uma área inundada em Kurashiki, sul do Japão (Foto: Reuters)

A maioria dos mortos foi arrastada pelas enchentes dos rios, embora alguns, como uma mulher nonagenária da cidade de Kinnoyama, em Hiroshima, morreu depois que sua casa desabou devido a um deslizamento de terra, segundo a Efe.

Além das mortes, outras 47 pessoas estão desaparecidas, principalmente nas províncias de Okayama, Hiroshima e Ehime, onde equipes de resgate ampliaram as buscas.

Outras 28 das 47 províncias do Japão estão em alerta e as autoridades ordenaram evacuação de aproximadamente 4 milhões de pessoas.

Deslizamento de terra faz trem descarrilar em Karastu (Foto: Kyodo / via Reuters)Deslizamento de terra faz trem descarrilar em Karastu (Foto: Kyodo / via Reuters)

Cerca de 650 membros das forças de segurança participam dos trabalhos de resgate, e outros 21 mil estão preparados para serem deslocados, disse o ministro da Defesa, Itsunori Onodera.

A "NHK" transmite ao vivo imagens de localidades inundadas pelos transbordamentos dos rios, casas em encostas montanhosas parcialmente enterradas pela terra e pontes caídas.

A agência meteorológica japonesa advertiu que "existe risco de acidentes relacionados com deslizamentos de terra, mesmo que a chuva pare" e pediu que a vigilância seja mantida em áreas montanhosas ou perto de rio.

Casas submersas em Kurashiki (Foto: Shingo Nishizume / Kyodo News / via AP Photo)
Casas submersas em Kurashiki (Foto: Shingo Nishizume / Kyodo News / via AP Photo)





Por: Agencia EFE

Outras notícias

Comentários