anuncie aqui
Notícias recentes
Às vésperas do prazo final, 11 partidos têm convenção no fim de semana

Às vésperas do prazo final, 11 partidos têm convenção no fim de semana

access_time04/08/2018 07:48

Em meio a dificuldades para definição de vices e composição de alianças, no último fim de semana par

Prefeitura de Peixoto de Azevedo realizou Mutirões em diversas Comunidades

Prefeitura de Peixoto de Azevedo realizou Mutirões em diversas Comunidades

access_time24/08/2018 18:10

Foi ofertado pela Secretaria Municipal de Saúde atendimento médico, preventivos, vacinação e vacinaç

Câncer de próstata tem novo tratamento aprovado pela Anvisa

Câncer de próstata tem novo tratamento aprovado pela Anvisa

access_time02/08/2018 08:01

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a inclusão de indicação terapêutica do m

Fortes chuvas deixam mais de 30 mortos no Japão e províncias em alerta máximo
Chuvas destruíram estrada em Hiroshima (Foto: AFP Photo) Chuvas destruíram estrada em Hiroshima (Foto: AFP Photo)

Fortes chuvas deixam mais de 30 mortos no Japão e províncias em alerta máximo

Ao menos 47 pessoas estão desaparecidas. Províncias de Kyoto, Hyogo, Okayama e Gifu estão em alerta para risco de deslizamento e inundações.

access_time07/07/2018 08:12

As fortes chuvas que atingem o Japão já deixaram 38 mortos, quatro feridos graves e 47 desaparecidos, de acordo com balanço divulgado pela Associated Press neste sábado (7).

A Agência Meteorológica de Japão (JMA) mantém o alerta máximo para inundações e riscos de deslizamentos de terra nas províncias de Kyoto, Hyogo, Okayama e Gifu. Outras 28 das 47 províncias estão em alerta e as autoridades ordenaram a retirada de aproximadamente 4 milhões de pessoas.

A região oeste do país é onde foram registradas as 21 vítimas, entre 40 e 90 anos, segundo os últimos números da polícia e corpos de bombeiros divulgados pela emissora pública "NHK".

Vista aérea mostra moradores sobre telhado da casa submersa em uma área inundada em Kurashiki, sul do Japão (Foto: Kyodo / via Reuters)
Vista aérea mostra moradores sobre telhado da casa submersa em uma área inundada em Kurashiki, sul do Japão (Foto: Reuters)

A maioria dos mortos foi arrastada pelas enchentes dos rios, embora alguns, como uma mulher nonagenária da cidade de Kinnoyama, em Hiroshima, morreu depois que sua casa desabou devido a um deslizamento de terra, segundo a Efe.

Além das mortes, outras 47 pessoas estão desaparecidas, principalmente nas províncias de Okayama, Hiroshima e Ehime, onde equipes de resgate ampliaram as buscas.

Outras 28 das 47 províncias do Japão estão em alerta e as autoridades ordenaram evacuação de aproximadamente 4 milhões de pessoas.

Deslizamento de terra faz trem descarrilar em Karastu (Foto: Kyodo / via Reuters)Deslizamento de terra faz trem descarrilar em Karastu (Foto: Kyodo / via Reuters)

Cerca de 650 membros das forças de segurança participam dos trabalhos de resgate, e outros 21 mil estão preparados para serem deslocados, disse o ministro da Defesa, Itsunori Onodera.

A "NHK" transmite ao vivo imagens de localidades inundadas pelos transbordamentos dos rios, casas em encostas montanhosas parcialmente enterradas pela terra e pontes caídas.

A agência meteorológica japonesa advertiu que "existe risco de acidentes relacionados com deslizamentos de terra, mesmo que a chuva pare" e pediu que a vigilância seja mantida em áreas montanhosas ou perto de rio.

Casas submersas em Kurashiki (Foto: Shingo Nishizume / Kyodo News / via AP Photo)
Casas submersas em Kurashiki (Foto: Shingo Nishizume / Kyodo News / via AP Photo)





Por: Agencia EFE

Outras notícias

Comentários