anuncie aqui
Notícias recentes
Gefron apreende mais de meia tonelada de drogas em 51 dias

Gefron apreende mais de meia tonelada de drogas em 51 dias

access_time25/02/2019 08:22

A atuação permanente dos policiais do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) alcançou res

Enem recebe 1,4 milhão de inscrições em 24 h, diz Inep

Enem recebe 1,4 milhão de inscrições em 24 h, diz Inep

access_time08/05/2018 14:23

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 recebeu 1.389.270 inscrições nas primeiras 24 horas apó

Twitter apaga 10 mil perfis falsos nos EUA

Twitter apaga 10 mil perfis falsos nos EUA

access_time03/11/2018 15:06

A rede social Twitter apagou mais de 10 mil perfis automatizados que postavam mensagens falsamente a

Fotógrafo mostra montanha de dinheiro necessária para comprar itens básicos na Venezuela

Fotógrafo mostra montanha de dinheiro necessária para comprar itens básicos na Venezuela

access_time21/08/2018 08:17

Entrou em vigor na segunda-feira (20) o plano de recuperação econômica do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, para tentar conter a hiperinflação que assola o país.

Segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), a inflação da Venezuela deve chegar a 1.000.000% neste ano.

Uma das medidas do pacote prevê a entrada em circulação de uma nova moeda, o bolívar soberano - que tem cinco zeros a menos que o bolívar forte, completamente desvalorizado.

Para ilustrar como a inflação tomou conta do país, o fotógrafo Carlos Garcia Rawlins, da Reuters, realizou um ensaio fotográfico com imagens de alimentos e artigos de higiene básicos ao lado da quantidade de dinheiro necessária para comprá-los.

Um frango de 2,4 kg, por exemplo, custava 14.600.000 bolívares (o equivalente a US$ 2,22) em Caracas. Na última quinta-feira, um rolo de papel higiênico podia ser comprado por 2.600.000 bolívares.





Por: REUTERS

Outras notícias

Comentários