anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Bandidos sequestram mulher em Chapada para roubar HB20; um morre em confronto com a polícia

Bandidos sequestram mulher em Chapada para roubar HB20; um morre em confronto com a polícia

access_time07/03/2023 12:22

Um bandido foi morto e outro foi preso na manhã desta terça-feira (07), durante confronto com a Forç

TJ mantém ação de R$ 3,5 milhões contra Silval e ex-secretário

TJ mantém ação de R$ 3,5 milhões contra Silval e ex-secretário

access_time03/11/2023 10:07

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso rejeitou pedido do ex-governador Silval Barbosa para trancar um

Senador quer tornar crime tratamentos para mudança de sexo em crianças

Senador quer tornar crime tratamentos para mudança de sexo em crianças

access_time10/02/2023 12:50

O senador Magno Malta (PL-ES) protocolou na quinta-feira 9 um projeto de lei para tornar crime a con

Fotos nuas de Michael Jackson podem ser compartilhadas
Foto: Reprodução

Fotos nuas de Michael Jackson podem ser compartilhadas

Wade Robson, 41, e James Safechuck, 46, afirmam que Jackson os estuprou repetidamente quando crianças nas décadas de 1980 e 1990 em seu rancho Neverland e em outros lugares

access_time05/04/2024 08:31

As fotos nuas de Michael Jackson podem ser compartilhadas com o mundo depois que dois homens que afirmam que ele abusou delas quando crianças tentaram abrir registros judiciais.

Wade Robson, 41, e James Safechuck, 46, afirmam que Jackson os estuprou repetidamente quando crianças nas décadas de 1980 e 1990 em seu rancho Neverland e em outros lugares.

A dupla fracassou em ações judiciais contra as produtoras do cantor, que desde sua morte em 2009 são propriedade de seu espólio, mas as ações foram reavivadas no ano passado.

A produtora de Michael Jackson está tentando impedir que os acusadores do falecido astro pop, Wade Robson e James Safechuck, tenham acesso aos seus registros policiais.

Em documentos judiciais protocolados na quarta-feira (3), no Tribunal Superior de Los Angeles e obtidos pela PEOPLE, a empresa do cantor de “Thriller”, MJJ Productions, pede que os pedidos de Robson e Safechuck para obter acesso a documentos policiais sejam rejeitados, pois acreditam que estão procurando acessar “fotografias da genitália e do corpo nu de Michael Jackson tiradas pela polícia”.

No entanto, os documentos judiciais afirmam que “essas imagens estão seladas por uma ordem de proteção emitida pelo Tribunal Superior de Santa Bárbara”.

“Além das questões de invasão de privacidade, os registros disponíveis indicam que as fotografias que os Requerentes agora buscam também estão sujeitas a uma ordem de proteção estrita acordada por Michael Jackson e pelas autoridades de Santa Bárbara e inseridas pelo Tribunal Superior de Santa Bárbara”, diz o processo.

Na moção, os advogados da produtora de Michael Jackson argumentam que “as fotografias que os demandantes buscam não foram tiradas voluntariamente pelo Sr. Jackson; elas foram o resultado de uma busca ordenada pelo tribunal com base em uma declaração falsa no que se tornou uma investigação criminal desacreditada”.

Eles acrescentaram: “Permitir que os Requerentes explorem essa série de circunstâncias em seu benefício, obtendo essas fotografias, agora acrescenta uma segunda contaminação à primeira”.

Robson e Safechuck estão atualmente processando sua produtora, alegando que a equipe do cantor é responsável por permitir o suposto abuso deles.

No final de fevereiro, Robson, coreógrafo e diretor, e Safechuck, diretor, escritor e ator, ganharam o direito de combinar seus processos contra as empresas de Jackson em um único caso, com o objetivo de ir a julgamento no início do próximo ano – antes do processo de abril. Lançamento em 2025 da cinebiografia de Michael dirigida por Antoine Fuqua, informou a Rolling Stone .

“Eles querem que a cinebiografia de Michael Jackson seja lançada antes do julgamento. É o que penso”, disse o advogado da dupla, John C. Carpenter, ao canal. “Essas empresas que facilitaram o abuso em primeiro lugar estão reescrevendo a história.”

De acordo com a Rolling Stone , uma advogada das empresas de Jackson disse durante a audiência “que seus clientes planejam renunciar a uma regra de julgamento rápido de três anos porque ela acredita que o caso não estará pronto para os jurados antes de dezembro de 2026”.

Tanto Robson quanto Safechuck processaram a MJJ Productions e a MJJ Ventures por negligência, violação do dever e imposição intencional de sofrimento emocional em processos separados em 2013 e 2014, respectivamente.

O tribunal de primeira instância rejeitou ambos os casos porque a queixa não cumpriu o prazo de prescrição, uma vez que a lei da Califórnia exigia que os processos fossem ajuizados antes de completarem 26 anos.

Na época em que entraram com o processo, Robson e Safechuck tinham 30 e 36 anos, respectivamente. Mas em outubro de 2020, o governador da Califórnia, Gavin Newsom, assinou uma nova lei dando àqueles que alegam abuso sexual infantil mais tempo para abrir processos judiciais – mas seus casos foram arquivados novamente em abril de 2021. Um juiz decidiu que as empresas de Michael Jackson não tinham obrigação legal de proteger os meninos. de abuso sexual.

O caso foi apelado por Vince Finaldi, outro advogado de Robson e Safechuck, marcando a segunda vez que o tribunal de apelações da Califórnia tentou restaurar seus processos.

Fonte: https://istoe.com.br/fotos-nuas-de-michael-jackson-podem-ser-compartilhadas-devido-a-processo-contra-o-rei-do-pop/





Por: ISTOÉ

Outras notícias

Comentários