Spigreen
Notícias recentes
México: Procuradoria comandará investigação sobre explosão em oleoduto

México: Procuradoria comandará investigação sobre explosão em oleoduto

access_time21/01/2019 07:19

Por ordem do presidente do México, Andrés López Obrador, a partir desta segunda-feira (21), o procur

No fim, Bélgica vira sobre o Japão e vai pegar o Brasil

No fim, Bélgica vira sobre o Japão e vai pegar o Brasil

access_time02/07/2018 16:17

A Bélgica suou muito, mas conseguiu vencer o Japão por 3 a 2 na Arena Rostov, pelas oitavas de final

Estabelecidas regras de acesso aos fóruns de MT

Estabelecidas regras de acesso aos fóruns de MT

access_time16/10/2018 06:47

Foi publicada segunda-feira (15 de outubro) a Portaria nº 1247/2018-DGTJ que institui o Serviço de C

General iraniano acusa Israel de 'roubar nuvens' para provocar seca no Irã
Gholam Reza Jalali Foto: Reprodução/YouTube

General iraniano acusa Israel de 'roubar nuvens' para provocar seca no Irã

access_time04/07/2018 08:57

Um general iraniano acusou Israel de "manipular as condições meteorológicas" a fim de evitar que caia chuva sobre o território do Irã. Para Gholam Reza Jalali, chefe da Organização de Defesa Civil do Irã, as forças israelenses estão "roubando nuvens" que deveria estar sobre o país islâmico.

"As mudanças climáticas no Irã são suspeitas", afirmou o general em entrevista, segundo o "Metro". "A interferência estrangeira é suspeita de ter um papel na mudança climática", acrescentou ele.

Jalali declarou que um estudo científico ampara a sua teoria. "Israel e um outro país da região têm equipes que trabalham juntas para garantir que as nuvens que entrem no Irã sejam incapazes de produzir chuva."

O general ilustrou que entre o Afeganistão e o Mediterrâneo há áreas montanhosas cobertas de neve, "menos no Irã". O chefe do Serviço Meteorológico do Irã, entretanto, rebateu a declaração de Jalali.

"É impossível que um país consiga roubar nuvens e neve de outro país. Irã tem sofrido uma seca prolongada, e esta é uma tendência global que não se aplica apenas ao Irã", disse Ahad Vazife.





Por: Extra

Outras notícias

Comentários