anuncie aqui
Notícias recentes
Tiroteio em Nova Jersey deixa um morto e 20 feridos

Tiroteio em Nova Jersey deixa um morto e 20 feridos

access_time17/06/2018 09:53

Uma troca de tiros durante um festival de música e arte em Nova Jersey, nos Estados Unidos, deixou a

Assessor de Trump vê

Assessor de Trump vê "oportunidade histórica" com eleição de Bolsonaro

access_time28/11/2018 07:29

Às vésperas de se reunir com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro, o assessor de S

Parlamento britânico faz recomendações para combater fake news

Parlamento britânico faz recomendações para combater fake news

access_time31/07/2018 07:45

O tema das chamadas notícias falsas (ou fake news, no termo em inglês que foi popularizado) vem cham

Ghosn nega diante de juiz ter cometido irregularidades
Carlos Ghosn está preso no Japão, acusado de irregularidades (EFE/ Kimimasa Mayama / direitos reservados)

Ghosn nega diante de juiz ter cometido irregularidades

access_time08/01/2019 08:00

O executivo franco-brasileiro Carlos Ghosn, de 64 anos, ex-presidente da Nissan Motors, negou hoje (8), no Tribunal do Distrito de Tóquio, irregularidades durante sua gestão no comando da empresa. Segundo ele, não cometeu desvio algum e não há motivo para continuar detido.

Foi sua primeira aparição pública desde sua prisão. Ele prestou esclarecimentos diante do juiz a pedido da defesa. No Japão, a exemplo do que ocorre nos Estados Unidos, são divulgados apenas desenhos e não fotografias de depoimentos e julgamentos.

Preso desde novembro, Ghosn é acusado de fraude fiscal. Promotores de Tóquio o denunciaram por suspeita de subnotificação de ganhos de US$ 44,6 milhões em rendimentos e de ter usado ativos da Nissan em benefício próprio.

Segundo o juiz, o empresário está detido porque há o risco de fuga e de destruição de evidências.





Por: Agência Brasil

Outras notícias

Comentários