Kurupí
Notícias recentes
Bombas de posto de combustível são lacradas por suspeita de irregularidade durante operação em defesa do consumidor

Bombas de posto de combustível são lacradas por suspeita de irregularidade durante operação em defesa do consumidor

access_time03/07/2019 10:38

Dois postos de combustíveis foram vistoriados, durante operação em defesa do consumidor, realizada n

Bairro Santa Isabel também receberá pavimentação asfáltica

Bairro Santa Isabel também receberá pavimentação asfáltica

access_time02/08/2019 09:19

Dando continuidade no cronograma da Secretaria Municipal de Obras anunciado pelo Prefeito Maurício F

Último ponto de manifestação na BR-163 foi desfeito em Matupá

Último ponto de manifestação na BR-163 foi desfeito em Matupá

access_time31/05/2018 07:53

o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso, Aristóteles Cadidé da Silva, d

Governo da Tailândia quer controlar gravações de filmes sobre os meninos resgatados em caverna

Governo da Tailândia quer controlar gravações de filmes sobre os meninos resgatados em caverna

Ministério da Cultura do país vai criar comissão para supervisionar filmagens. Alegação é de que as crianças podem sofrer traumas ao relembrar o caso

access_time20/07/2018 16:34

Tailândia quer controlar como os filmes vão retratar os 12 meninos e o técnico do "Javalis Selvagens". Isso porque há o interesse de ao menos dois cineastas estrangeiros em levar aos cinemas o resgate dos jovens tailandeses, presos durante quase três semanas em uma caverna.

O ministro da Cultura tailandês, Vira Rojpchanarat, disse que vai propor ao próximo encontro do gabinete, na semana que vem, a criação de um "comitê especial".

Esse grupo supervisionaria a produção de filmes, documentários e vídeos relacionados às experiências dos 12 garotos e do técnico que ficaram presos na caverna por semanas até serem resgatados.

Com os meninos de volta para casa, atenções se voltaram para o enfoque da mídia com o pós-resgate. Houve críticas a várias empresas de notícias, a maioria estrangeiras, que teriam ignorado o pedido oficial de deixar os garotos em paz por ao menos um mês.

Se adotada, a medida evitaria um possível estresse psicológico que os jovens poderiam ter ao recontar os apuros na caverna.

O vice-primeiro-ministro Wissanu Krea-ngam disse, nesta sexta-feira (20), que instruiu oficiais do Ministério de Desenvolvimento Social e Seguridade Humana para assegurar os jovens jogadores e as pessoas próximas a eles de que não seriam incomodados enquanto passam por um período de reabilitação mental.

Ele disse que a imprensa estrangeira "pode não conhecer as consequências de nossas leis de proteção às crianças".

O ministro, considerado o principal expert legal para a junta militar no poder na Tailândia, disse que os meninos estão resguardados por leis de proteção da criança e à informação.

Ministro reconhece: 'roteiro de cinema'

Produtores tailandeses também teriam mostrado interesse na história, mas ainda não entraram em contato com o governo, afirmou Vira.

"[A história] tem todos os elementos certos", disse o ministro. "Se você fala sobre drama associado com um roteiro de filme, tem tudo: perda e comemoração."

Agência supervisiona gravações no país

O governo já mantêm a Agência de Filmes da Tailândia, que regula as produções gravadas no país por empresas estrangeiras. O órgão inclusive veta roteiros e emite permissões de filmagens.

No entanto, o ministro da Cultura disse que o novo comitê supervisionaria o conteúdo, a autorização e a proteção da privacidade do time resgatado e de suas famílias.

Wissanu, vice-primeiro-ministro, ressaltou que os garotos têm o direito de assinar contratos para benefício próprio. Ele acrescentou, porém, que o governo forneceria assistência "como um empresário", mas sem buscar lucro para si.

Ele disse que o governo estava "muito temeroso" que algumas pessoas próximas ao incidente poderiam ser coagidas a assinar contratos. "Porque, uma vez que se assina um, aquela pessoa não pode mais fazer nada. É por isso que alguém com conhecimento legal precisa se prontificar a ajudar", justificou Wissanu.

Uma rara boa notícia

O resgate bem-sucedido, mesmo sob grande dificuldade, foi um raro momento de boas notícias da Tailândia. O país está atolado em um conflito político e um regime militar linha-dura por mais de uma década.

Além disso, enquanto o mundo assistia a saga da caverna, um barco com turistas estrangeiros naufragou no sul da Tailândia e deixou mortos e desaparecidos. Normalmente, um evento como esse teria sido registrado como uma grande tragédia.

O resgate na caverna também permitiu que o governo celebrasse alguma glória, uma vez que o primeiro-ministro Prayuth Chan-ocha, tem sido criticado por fazer manobras políticas para se manter no poder depois das eleições planejadas para o ano que vem.





Por: Associated Press

Outras notícias

Comentários