ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Prefeitura no Nortão lança edital de concurso público: 26 vagas e salários de até R$ 8,2 mil

Prefeitura no Nortão lança edital de concurso público: 26 vagas e salários de até R$ 8,2 mil

access_time18/10/2023 07:18

A prefeitura de Itaúba lançou um edital de concurso público. O certame oferta 26 vagas imediatas e t

Tribunal de Barcelona encaminha Daniel Alves a julgamento por crime de agressão sexual

Tribunal de Barcelona encaminha Daniel Alves a julgamento por crime de agressão sexual

access_time14/11/2023 18:09

O Tribunal de Barcelona decidiu nesta terça-feira, 14, encaminhar o lateral-direito Daniel Alves a j

Hospital que negou cirurgia a Testemunha de Jeová terá de indenizar

Hospital que negou cirurgia a Testemunha de Jeová terá de indenizar

access_time23/05/2023 09:06

Por entender que uma parte do corpo de funcionários do Hospital Estadual Universitário de Londrina d

Governo de MT constrói 3 pontes sobre o Rio Teles Pires e abrirá novas rotas de trânsito
Ponte sobre o Rio Teles Pires na MT-140 - Foto por: Fiscalização/Sinfra-MT

Governo de MT constrói 3 pontes sobre o Rio Teles Pires e abrirá novas rotas de trânsito

Novas pontes vão potencializar o desenvolvimento da região Norte do Estado e ampliar alternativas econômicas

access_time02/05/2024 06:43

O Governo de Mato Grosso está construindo três grandes pontes sobre o Rio Teles Pires. As obras vão trazer melhorias para a logística de toda a Região Norte, permitindo novas rotas para o escoamento da produção agrícola e alternativa de trânsito para toda a população.

O Rio Teles Pires, ou São Manoel, é um dos mais importantes de Mato Grosso. Ele faz parte da bacia do Rio Amazonas e nasce na divisa dos municípios de Primavera do Leste e Nova Brasilândia. O Teles Pires percorre mais de 1.300 km até se juntar ao Rio Juruena, para formar o Rio Tapajós no ponto mais ao Norte do Estado.

Com 202 metros de extensão, a ponte sobre o Teles Pires na MT-140, entre Santa Rita do Trivelato e Boa Esperança do Norte está finalizada. Os acessos à ponte estão sendo construídos junto com a pavimentação da rodovia, que também está em fase final.

A MT-140 será um novo corredor logístico do Estado, ligando Sorriso até Campo Verde, sem passar pela BR-163. Na construção dessa ponte foram investidos R$ 6,5 milhões.

Outra ponte que está quase pronta fica na MT-325, no município de Alta Floresta, e conta com um investimento de R$ 42,5 milhões. A ponte de 550 metros liga Alta Floresta até a divisa com o Pará, na região chamada de Porto de Areia, que concentra boa parte da produção agrícola do município.

A região também atrai o turismo, com pousadas, restaurantes e pesqueiros. A nova ponte vai eliminar uma balsa que faz a travessia do rio, atualmente. A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística também iniciou a obra para asfaltar 39,96 km da rodovia a partir de Alta Floresta, obra que vai garantir o acesso para a ponte.

A outra ponte fica localizada na MT-419, entre os municípios de Carlinda e Novo Mundo. Com 693 metros e um investimento de R$ 48,3 milhões, a ponte está com 78,5 % de sua estrutura construída e previsão de ficar pronta ainda neste ano.

Esta nova ponte também vai eliminar uma balsa que opera na fronteira dos municípios, criando novas alternativas econômicas para municípios que antes eram separados pelo rio.

“O Rio Teles Pires corta todo o Estado, por ser um rio de grande volume de água, sempre representou um desafio para a logística de Mato Grosso. Mas a Sinfra-MT segue trabalhando para superar essas barreiras e permitir o desenvolvimento do Estado”, afirma o secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira.

Outras pontes

O Governo de Mato Grosso entregou outras duas pontes sobre o Rio Teles Pires nos últimos cinco anos. Uma com 181 metros na MT-490, em Sorriso, e outra com 50 metros na MT-020, em Planalto da Serra. Neste mês a Sinfra-MT lançou a licitação para construir uma estrutura de 101 metros na MT-499.

Com isso, o Rio Teles Pires passará a ter 12 pontes de concreto em todo o Estado, sendo seis delas entregues pela atual gestão.





Por: Guilherme Blatt | Sinfra-MT

Outras notícias

Comentários