Spigreen
Notícias recentes
Comissão especial definirá calendário para reforma da Previdência

Comissão especial definirá calendário para reforma da Previdência

access_time28/04/2019 18:17

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), reúne-s

Ponte de madeira é sustentada por cabos de aço para não ser levada pela correnteza

Ponte de madeira é sustentada por cabos de aço para não ser levada pela correnteza

access_time12/05/2018 10:04

Ponte de madeira que fica sobre o Rio Nhandu, na MT- 389, no município de Novo Mundo, a 721 km de Cu

Filósofo Ricardo Rodríguez é escolhido ministro da Educação

Filósofo Ricardo Rodríguez é escolhido ministro da Educação

access_time23/11/2018 06:58

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou nesta quinta- feira (22), pelo twitter, a indicação do

Governo Trump é processado por liberar impressão 3D de armas de fogo

Governo Trump é processado por liberar impressão 3D de armas de fogo

access_time02/08/2018 08:04

No mês passado, Cody Wilson e seu grupo sem fins lucrativos Defense Distributed encerraram uma longa batalha jurídica com o governo dos Estados Unidos. Com um acordo, ficou liberada a veiculação de esquemas digitais de armas de fogo, que podem ser baixados via web e montados com impressora 3D por pouco mais de US$ 2 mil. Agora os Estados de Washington, Oregon, Nova York,  Nova Jersey, Connecticut, Pensilvânia, Maryland e Washington, DC vêm se unindo para processar a administração de Donald Trump.

Em 2012, o Defense Distributed, que é um grupo ativista em prol do armamento, postou em sua página os planos para a criação de armas impressa em 3D. As réplicas, feitas de plástico ABS e peças de metal, iam de uma pistola .380, chamada “The Liberator”, a AR-15. Os tutoriais foram copiados mais de 100 mil vezes.

Em seguida, o Departamento de Estado dos Estados Unidos pediu que Wilson e seus asseclas parassem com a distribuição dos papeis, por se tratar de violação do Regulamento Internacional de Tráfico de Armas — documento que regulamenta a exportação de materiais de defesa, serviços e dados técnicos. O seja, as autoridades disseram que alguém em qualquer outro país que não negocia com os ianques poderia baixar o material e fabricar sua própria pistola.

Wilson até chegou a concordar, mas disse que os arquivos já haviam sido baixados um milhão de vezes. Ele processou o governo federal em 2015, com base na Segunda Emenda da Constituição americana, que garante o direito à posse de armas de fogo. Segundo a ação, as pessoas deveriam também poder fabricar seus próprios revólveres ou metralhadoras de plástico.

No final de junho, o governo Trump fez um acordo com Wilson, pagando US$ 40 mil e mais um montante pelas custas judiciais e de registros legais, e liberou a Defense Distributed para publicar planos, arquivos e desenhos 3D em qualquer forma — inclusive isentos das restrições de exportação.

Ação contra a administração federal pede ordem de restrição temporária
Os procuradores-gerais do Partido Democrata dos Estados citados acima se uniram em uma petição que será apresentada em um tribunal de Seattle. O documento prevê uma ordem de restrição temporária em nível nacional e alega que a decisão federal viola os direitos dos governos regionais de regular as armas de fogo.

"Esta medida sem precedentes não apenas é desastrosa para a segurança pública, mas também mina nossas leis estatais destinadas a manter as armas de fogo longe de pessoas perigosas.” Especialistas em segurança temem que as réplicas possam enganar detectores de metais em edifícios públicos e aeroportos.

A polêmica deve continuar, o Defense Distributed tem um plano de divulgação em massa de vários esquemas digitais marcado para esta quarta-feira (01). Enquanto isso, os legisladores democratas criticam o acordo de Trump e exigem uma explicação dos republicanos, que apoiam os direitos dos proprietários de armas.





Por: MASHABLE/MATT BINDER

Outras notícias

Comentários