ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Brasil investiga dois casos suspeitos da varíola do macaco

Brasil investiga dois casos suspeitos da varíola do macaco

access_time30/05/2022 12:35

O Ministério da Saúde confirmou nesta segunda-feira (30) que investiga dois casos suspeitos de varío

Aposentados começam a receber este mês 1ª parcela do décimo terceiro

Aposentados começam a receber este mês 1ª parcela do décimo terceiro

access_time21/08/2018 08:00

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber, ainda es

Após dois anos de queda, abate de bovinos cresce no 1º trimestre

Após dois anos de queda, abate de bovinos cresce no 1º trimestre

access_time08/06/2022 09:53

O abate de bovinos chegou a 6,96 milhões de cabeças e voltou a subir no 1º trimestre de 2022, após d

Grupo de PMs presos suspeitos de matar 24 pessoas contava com ajuda de aliciador que atraía vítimas para a morte em MT
Policiais do Bope, Rotam, Força Tática e do 1º Batalhão da PM foram presos — Foto: Ianara Garcia/TVCA
Foto por: Foto: Polícia Militar

Grupo de PMs presos suspeitos de matar 24 pessoas contava com ajuda de aliciador que atraía vítimas para a morte em MT

Ao todo, 63 policiais foram presos na Operação Simulacrum, deflagrada nessa quinta-feira (31).

access_time01/04/2022 13:39

O grupo de mais de 60 policiais militares investigado por 24 mortes em simulações de confrontos contava com a ajuda de uma pessoa que recebia vantagens financeiras para atrair suspeitos para a execução, segundo a investigação do Ministério Público Estadual (MPE) e Polícia Civil. Ao todo, 63 policiais foram presos na Operação Simulacrum, deflagrada nessa quinta-feira (31).

Os supostos confrontos entre a PM e criminosos ocorreram durante três anos.

Na decisão que mandou prender os policiais, consta trecho do depoimento da testemunha que diz que as vitimas eram pessoas com diversas passagens ou sem passagem pela polícia e que eram atraídas para emboscada.

"Os supostos assaltos eram armados em conjunto com policiais militares, visando atrair pessoas com passagens criminais ou não, para serem executadas sumariamente'', diz.

Essa testemunha diz que foi usada para atrair os criminosos porque transitava bem entre eles e que a parceria começou a mudar, porque, ao invés de prender os criminosos, passaram a promover matanças.

Entretanto, em dado momento, a finalidade dessa parceria começou a mudar, pois em vez de prender criminosos ele e os policiais militares passaram a focar na matança de supostos bandidos, como forma de promover o nome e o Batalhão dos PMs envolvidos.

A testemunha citou confrontos que teriam sido armados para promover os batalhões da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam), Batalhão de Operações Especiais (Bope), Força Tática e o 1º Comando Regional.





Por: Por Ianara Garcia, TV Centro América

Outras notícias

Comentários