Spigreen
Notícias recentes
Bolsonaro demite Alvim da Secretaria da Cultura após polêmica sobre ministro nazista

Bolsonaro demite Alvim da Secretaria da Cultura após polêmica sobre ministro nazista

access_time18/01/2020 11:39

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira o desligamento do secretário especial da Cult

Produtores de MT investem em tecnologia e iluminação para aumentar produção de aves

Produtores de MT investem em tecnologia e iluminação para aumentar produção de aves

access_time26/08/2019 07:21

Criadores de frango da região Oeste do estado investem em tecnologia e iluminação para melhorar a pr

Polícia abre 145 investigações sobre queimadas e desmatamentos entre junho e agosto em Mato Grosso

Polícia abre 145 investigações sobre queimadas e desmatamentos entre junho e agosto em Mato Grosso

access_time29/08/2019 09:36

A Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema), responsável por apurar queimadas e desmatamento e

Homem procurado por estupro é preso em MT com 115 pedras de diamante escondidas no tênis

Homem procurado por estupro é preso em MT com 115 pedras de diamante escondidas no tênis

Flagrante ocorreu durante fiscalização em ônibus ao qual o homem era passageiro. Ele disse que pagou R$ 18 mil pelas pedras e que as venderia por um preço maior

access_time10/07/2018 08:40

Um homem foi preso nessa segunda-feira (9) com mais de 100 pedras de diamante, na BR-364, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem tem 53 anos e era procurado pelo crime de estupro de vulnerável. O nome dele não foi divulgado.

Os policiais vistoriavam veículos pela rodovia e abordaram um ônibus de viagem. O veículo fazia a linha Porto Velho (RO) para São Paulo. O homem foi revistado e os policiais descobriram que havia um mandado de prisão contra ele pelo crime de estupro de vulnerável.

Dentro de um dos tênis que ele usava, a PRF localizou 115 pedras preciosas. Ao ser interrogado, o passageiro disse que eram diamantes que ele comprou na cidade de Cacoal (RO). Também disse que pagou R$ 18 mil pelas pedras e que as venderia por um preço maior.

O passageiro e as pedras foram encaminhados para a Polícia Federal de Rondonópolis. Ainda conforme a PRF, ele vai responder pelo crime de usurpação de matéria prima ou bem da União.

Os diamantes foram apreendidos porque o passageiro não tinha nenhum nota ou guia de trânsito, que é necessário para transportar pedras preciosas de um estado para outro.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários