anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Agentes flagram freezer 'recheado' com 84 celulares na maior penitenciária de MT

Agentes flagram freezer 'recheado' com 84 celulares na maior penitenciária de MT

access_time07/06/2019 09:28

Um freezer 'recheado' com 84 aparelhos de celular foi descoberto por agentes na Penitenciária Centra

Juiz absolve Temer e outros acusados do

Juiz absolve Temer e outros acusados do "quadrilhão do MDB"

access_time06/05/2021 08:00

Nesta quarta-feira, 5, o juiz Federal Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª vara Federal do DF, absolv

Nova iluminação da Avenida Itamar Dias é inaugurada

Nova iluminação da Avenida Itamar Dias é inaugurada

access_time14/12/2018 17:45

Em clima de Natal, aconteceu na quarta-feira (12), ato de ligação da nova iluminação em led da Aveni

Inflação fecha 2021 em 10,06%, a maior desde 2015 e bem acima da meta do BC... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2022/01/11/inflacao-dezembro-de-2021-ipca-ibge.htm?cmpid=copiaecola
Economia
Foto por: Divulgação

Inflação fecha 2021 em 10,06%, a maior desde 2015 e bem acima da meta do BC... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2022/01/11/inflacao-dezembro-de-2021-ipca-ibge.htm?cmpid=copiaecola

access_time11/01/2022 09:23

O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), a inflação oficial no país, fechou 2021 a 10,06% Esse é o maior nível para um ano desde 2015, quando foi de 10,67%. Em 2020, a inflação foi de 4,52%.                                                                                                                                                                                                                                                                        O resultado ficou bem acima do centro da meta estabelecida pelo BC (Banco Central) para o ano passado, que era de 3,75%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos, ou seja, podendo variar entre 2,25% e 5,25%.                                                                                                                                                                                                Em dezembro, a inflação foi de 0,73%, abaixo da taxa de 0,95% registrada em novembro.                                                                                                                                                            Os dados foram divulgados hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e se referem às famílias com rendimento de um a 40 salários mínimos.                                                                                                                                                                                              Alta dos combustíveis                                                                                                              O resultado da inflação de 2021 foi influenciado principalmente pelo grupo de transportes, que apresentou a maior variação (21,03%) e o maior impacto (4,19 pontos percentuais) no acumulado do ano. De acordo com o gerente do IPCA, Pedro Kislanov, a categoria foi afetada principalmente pelos combustíveis.                                                                                                                                                                                                                                      Com os sucessivos reajustes nas bombas, a gasolina acumulou alta de 47,49% em 2021. Já o etanol subiu 62,23% e foi influenciado também pela produção de açúcar .                                                                       Pedro Kislanov, gerente do IPCA.                                                                                                                                                                                                         O preço dos automóveis novos (16,16%) e usados (15,05%) também foi destaque. Segundo Kislanov, o aumento é explicado pelo desarranjo na cadeia produtiva do setor, com atrasos nas entregas de peças e até dos próprios veículos..                                                                                                                                                                                                                          Conta de luz                                                                                                                               A inflação do ano passado também foi puxada pelo grupo habitação (13,05%). De acordo com o IBGE, a alta foi influenciada pelo aumento da energia elétrica (21,21%).                                                                                                                                                                              Desde setembro de 2021, está em vigor a bandeira tarifária escassez hídrica, que acrescenta R$ 14,20 na conta de luz a cada 100 kWh consumidos.                                                                                                                                                                                                                    Já o gás de botijão (36,99%) subiu todos os meses de 2021 e teve o segundo maior impacto no grupo.





Por: Do UOL, em São Paulo

Outras notícias

Comentários