anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Lula critica militares

Lula critica militares

access_time10/01/2023 08:19

O presidente Lula subiu o tom com os militares, durante uma reunião com governadores e outras autori

Cappelli exonera mais de 50 servidores do GSI

Cappelli exonera mais de 50 servidores do GSI

access_time27/04/2023 18:17

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Ricardo Cappelli, exonerou mais de 50

Autor de quatro homicídios é preso pela Polícia Civil em garimpo no norte de MT

Autor de quatro homicídios é preso pela Polícia Civil em garimpo no norte de MT

access_time25/05/2023 08:27

A Polícia Civil prendeu na tarde desta quarta-feira (24.05), em Peixoto de Azevedo, mais um criminos

Inflação registra novo aumento e chega a 0,24% em outubro, com pressão de passagens aéreas
Marcos Santos/USP Imagens

Inflação registra novo aumento e chega a 0,24% em outubro, com pressão de passagens aéreas

Segundo dados do IBGE, houve desaceleração em relação ao mês de setembro, quando indicador registrou alta de 0,26%; índice acumula alta de 3,75% em 2023

access_time10/11/2023 09:01

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do Brasil, registrou um aumento de 0,24% no mês de outubro. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 10. O índice sofreu uma leve desaceleração em relação o mês de setembro, quando registrou alta de 0,26%. Também foi registrada desaceleração em relação ao mês de outubro de 2022, quando a variação foi de 0,59%. Em 2023, o IPCA acumula alta de 3,75%, enquanto que, nos últimos 12 meses, o índice é de 4,82%, abaixo dos 5,19% observados nos 12 meses anteriores. A variação foi puxada pelo aumento nos preços das passagens aéreas, que cresceram 23,7% contribuíram com 0,14 p.p. (pontos percentuais) no índice do mês.

Dos nove grupos pesquisados, apenas Comunicação registrou deflação de 0,19%. Os demais grupos registraram alta, sendo que Artigos de Residência (0,46%) e Vestuário (0,45%) tiveram os maiores crescimentos. Alimentação e Bebidas (0,31%), Transportes (0,35%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,32%) e Despesas Pessoais (0,27%) tiveram alta também, enquanto Habitação (0,02%) e Educação (0,05) registraram variações leves.





Por: Jovem Pan

Outras notícias

Comentários