Spigreen
Notícias recentes
Ibama identifica mais de 2 mil hectares de área desmatada ilegalmente em MT

Ibama identifica mais de 2 mil hectares de área desmatada ilegalmente em MT

access_time28/05/2019 08:11

Agentes dos Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) identif

Roberto Firmino abre mão de folga e antecipa apresentação à Seleção

Roberto Firmino abre mão de folga e antecipa apresentação à Seleção

access_time29/05/2018 07:23

O atacante Roberto Firmino tinha folga até a hora do almoço de quarta-feira, mas preferiu antecipar

Presidente do Sudão é deposto por militares após 30 anos no poder

Presidente do Sudão é deposto por militares após 30 anos no poder

access_time11/04/2019 07:49

O presidente do Sudão, Omar al-Bashir, foi forçado pelos militares a deixar o poder nesta quinta-fei

Congonhas e mais 4 aeroportos só têm combustível para hoje, diz Infraero
Aviões no aeroporto de Congonhas, em São Paulo (Foto: TV Globo/Reprodução)

Congonhas e mais 4 aeroportos só têm combustível para hoje, diz Infraero

Aviso foi dado a toda a rede de aeroportos nesta quarta em razão do protesto de caminhoneiros. Outros seis aeroportos têm combustível para no máximo dois dias.

access_time23/05/2018 16:30

Um relatório da Infraero de 11h09 aponta que os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e os de Palmas (Tocantins), Recife (Pernambuco), Maceió (Alagoas) e Aracaju (Sergipe) têm combustível suficiente para abastecer as aeronaves até esta quarta-feira (23), em razão do protesto de caminhoneiros e do bloqueio às distribuidoras.

Congonhas é um dos três aeroportos mais movimentados do país. É nele que fica a rota de maior circulação de passageiros do Brasil, a ponte aérea Rio-São Paulo.

Outros seis aeroportos têm combustível para no máximo dois dias (Goiânia-GO, Teresina-PI, Campo Grande-MS, Ilhéus-BA, Foz do Iguaçu-PR e Londrina-PR).

O alerta foi dado pelo Núcleo de Acompanhamento e Gestão Operacional (Nago), no "relatório de monitoramento da mobilização dos caminhoneiros". O relatório diz respeito apenas aos aeroportos administrados pela Infraero; os gerenciados por empresas privadas não entram na lista. Brasília, por exemplo, restringiu, também nesta quarta-feira (28), o recebimento de aeronaves com pouco combustível no terminal.

Pelo 3º dia seguido, nesta quarta-feira (23), caminhoneiros continuam protestando em rodovias federais e estaduais, além de vias importantes em 23 estados do país mais o Distrito Federal. Alguns atos ocorrem diante de refinarias, impedindo a saída de caminhões-tanque.

Veja a situação específica dos aeroportos da Infraero:

Têm combustível apenas até esta quarta-feira:

Congonhas - "As carretas da BR Distribuidora foram bloqueadas e não conseguiram chegar no aeroporto. A Shell conseguiu trazer 4 das 10 carretas previstas".





Por: Ricardo Gallo/G1

Outras notícias

Comentários