ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
L-200 adquirida no Pará com cheque clonado é localizada em Novo Mundo

L-200 adquirida no Pará com cheque clonado é localizada em Novo Mundo

access_time04/03/2022 13:54

Um morador de Novo Mundo(740 Km de Cuiabá), foi preso no início da manhã desta quinta-feira(03), com

Governo efetua pagamento de cerca de R$ 21 milhões para custeio dos serviços em Saúde

Governo efetua pagamento de cerca de R$ 21 milhões para custeio dos serviços em Saúde

access_time11/05/2020 17:45

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), realizou na última qui

70 presos por suspeita de fraude ambiental de R$ 150 milhões em MT são soltos no mesmo dia de operação

70 presos por suspeita de fraude ambiental de R$ 150 milhões em MT são soltos no mesmo dia de operação

access_time15/03/2019 09:22

Das 74 pessoas presas durante a operação “Terra à Vista', desencadeada pela Polícia Civil nessa quar

Congonhas e mais 4 aeroportos só têm combustível para hoje, diz Infraero
Aviões no aeroporto de Congonhas, em São Paulo (Foto: TV Globo/Reprodução)

Congonhas e mais 4 aeroportos só têm combustível para hoje, diz Infraero

Aviso foi dado a toda a rede de aeroportos nesta quarta em razão do protesto de caminhoneiros. Outros seis aeroportos têm combustível para no máximo dois dias.

access_time23/05/2018 16:30

Um relatório da Infraero de 11h09 aponta que os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e os de Palmas (Tocantins), Recife (Pernambuco), Maceió (Alagoas) e Aracaju (Sergipe) têm combustível suficiente para abastecer as aeronaves até esta quarta-feira (23), em razão do protesto de caminhoneiros e do bloqueio às distribuidoras.

Congonhas é um dos três aeroportos mais movimentados do país. É nele que fica a rota de maior circulação de passageiros do Brasil, a ponte aérea Rio-São Paulo.

Outros seis aeroportos têm combustível para no máximo dois dias (Goiânia-GO, Teresina-PI, Campo Grande-MS, Ilhéus-BA, Foz do Iguaçu-PR e Londrina-PR).

O alerta foi dado pelo Núcleo de Acompanhamento e Gestão Operacional (Nago), no "relatório de monitoramento da mobilização dos caminhoneiros". O relatório diz respeito apenas aos aeroportos administrados pela Infraero; os gerenciados por empresas privadas não entram na lista. Brasília, por exemplo, restringiu, também nesta quarta-feira (28), o recebimento de aeronaves com pouco combustível no terminal.

Pelo 3º dia seguido, nesta quarta-feira (23), caminhoneiros continuam protestando em rodovias federais e estaduais, além de vias importantes em 23 estados do país mais o Distrito Federal. Alguns atos ocorrem diante de refinarias, impedindo a saída de caminhões-tanque.

Veja a situação específica dos aeroportos da Infraero:

Têm combustível apenas até esta quarta-feira:

Congonhas - "As carretas da BR Distribuidora foram bloqueadas e não conseguiram chegar no aeroporto. A Shell conseguiu trazer 4 das 10 carretas previstas".





Por: Ricardo Gallo/G1

Outras notícias

Comentários