anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
‘Chefão’ da máfia mais procurado da Itália é preso após 30 anos foragido

‘Chefão’ da máfia mais procurado da Itália é preso após 30 anos foragido

access_time16/01/2023 10:55

Matteo Messina Denaro, o mafioso mais procurado da Itália, foi preso nesta segunda-feira, 16, inform

Dilma não devolveu itens do acervo pessoal, indica TCU

Dilma não devolveu itens do acervo pessoal, indica TCU

access_time20/03/2023 08:04

Dois relógios de mesa, uma travessa em madeira e um painel em tapeçaria pintado estão entre os itens

Edição da playboy com ministra francesa é sucesso de vendas e esgota em apenas três horas

Edição da playboy com ministra francesa é sucesso de vendas e esgota em apenas três horas

access_time18/04/2023 17:19

Apesar da polêmica envolvendo a edição dá playboy de abril/junho, que traz a ministra francesa Marlè

Inquérito que apurou atropelamento intencional em Guarantã é concluído e indicia mulher por homicídio qualificado

Inquérito que apurou atropelamento intencional em Guarantã é concluído e indicia mulher por homicídio qualificado

Crime ocorreu no dia 19 de fevereiro e vitimou o ex-companheiro da investigada

access_time01/03/2023 08:25

A Polícia Civil concluiu nesta semana o inquérito que apurou a morte de Alex da Mota, de 32 anos, ocorrida há nove dias, em Guarantã do Norte, e indiciou a ex-mulher da vítima por homicídio qualificado.

O crime ocorreu na noite do dia 19 de fevereiro, quando Alex foi vítima de um acidente de trânsito, como a ocorrência foi registrada inicialmente.

A Delegacia de Guarantã do Norte apurou que houve uma colisão entre um Ford Fiesta prata e a motocicleta Honda GC 125, que era pilotada pela vítima. Alex não resistiu ao choque com o veículo e foi a óbito ainda no local. A condutora do carro foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros até o hospital municipal, consciente e em visível estado de embriaguez, conforme o relato da Polícia Militar.

A perícia constatou que na colisão frontal, o Ford Fiesta bateu em um poste de energia e a motocicleta foi encontrada embaixo do veículo, com a vítima já em óbito.

A investigação apontou que a condutora do veículo era ex-mulher de Alex e não aceitava o fim do relacionamento. Antes do crime, a vítima estava em um bar da cidade e a investigada passou pelo local e avistou Alex, indo discutir com ele e com a outra pessoa que o acompanhava. A vítima decidiu sair do local e ir para sua residência. Após sair do bar, Alex foi seguido pela ex-mulher, que o atropelou, ocasionando sua morte.

“A investigação constatou que após discutir com a vítima, a indiciada utilizou seu veículo como arma para ceifar a vida de Alex da Mota”, apontou o delegado Waner dos Santos Neves.

Depois de ser liberada do hospital, a investigada, de 21 anos, foi ouvida pela Polícia Civil. Ela foi indiciada pelo crime de homicídio duplamente qualificado – por motivo torpe e utilização de meio que dificultou a defesa da vítima.

O inquérito foi remetido ao Judiciário. Na semana passada, a indiciada foi transferida para a unidade prisional feminina de Colíder, onde permanece à disposição da justiça.





Por: Raquel Teixeira | Polícia Civil-MT

Outras notícias

Comentários