Spigreen
Notícias recentes
Fachin nega quebra de sigilo telefônico de Temer, mas autoriza medida para ministros Padilha e Moreira

Fachin nega quebra de sigilo telefônico de Temer, mas autoriza medida para ministros Padilha e Moreira

access_time07/06/2018 17:55

O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou a quebra do sigilo telefônico do pr

Agentes espionam quem sua demais ou vai ao banheiro em voos nos EUA

Agentes espionam quem sua demais ou vai ao banheiro em voos nos EUA

access_time31/07/2018 07:52

Agentes aéreos monitoram secretamente uma parcela dos passageiros aéreos nos EUA e reportam comporta

Imea estima que 693 mil cabeças de gado devem ficar em confinamento neste ano em MT

Imea estima que 693 mil cabeças de gado devem ficar em confinamento neste ano em MT

access_time03/06/2019 16:46

Para este ano, a expectativa é de que sejam confinados 693 mil gado, em Mato Grosso, conforme o prim

Interventor pede rescisão de contrato com empresa que presta serviço no Detran-MT
Interventor pede rescisão de contrato entre EIG e Detran (Foto: Gcom-MT/Divulgação)

Interventor pede rescisão de contrato com empresa que presta serviço no Detran-MT

Órgão está sob intervenção há três meses e contrato já havia sido suspenso pelo governo. EIG diz que rescisão é uma decisão precipitada e unilateral

access_time04/07/2018 09:27

O interventor, Augusto Cordeiro, pediu nesta terça-feira (3) que o governo do estado rescinda o contrato de prestação de serviços entre a EIG Mercados Ltda e o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT).

Com base nos relatórios da intervenção, a empresa estaria descumprindo uma das cláusulas do contrato e teria transferido para terceiros a responsabilidade de registar contratos de financiamentos de veículos.

Por meio de nota, a EIG disse considerar que rescisão uma decisão precipitada e unilateral. Informou ainda que sempre prestou todos os esclarecimentos solicitados pelo interventor, inclusive por meio de documentação registrada.

Segundo Cordeiro, outro fator também identificado e que torna inviável a manutenção do contrato é que, mesmo estando ciente do processo de intervenção, a EIG demitiu todos os 120 funcionários que atuavam na prestação do serviço, também sem prévia autorização

O governador decretou a intervenção do estado no contrato entre a EIG Mercado e o Detran-MT, em abril deste ano, após denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) sobre um suposto esquema de fraudes e desvio de recursos.

Segundo as investigações, as empresas EIG Mercados Ltda e a Santos Treinamentos e Capacitação de Pessoal repassavam a quantia para os políticos, que utilizavam empresas fantasmas e a conta bancária dos assessores para fazer depósitos, dificultando o rastreamento do dinheiro.

Conforme o decreto que determinou a intervenção, o prazo para conclusão é de 180 dias. Portanto, o processo segue até outubro, para fins de prestação de contas e atos administrativos.

O governador é quem tem o poder de decisão sobre o pedido de intervenção e, caso seja acolhida, caberá ao Detran retomar os serviços de registro de contrato de financiamento.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários