Spigreen
Notícias recentes
Índios e madeireiros são alvos de operação da PF que apura extração ilegal de madeira em terra indígena de MT

Índios e madeireiros são alvos de operação da PF que apura extração ilegal de madeira em terra indígena de MT

access_time04/12/2019 10:39

Uma operação para combater a extração ilegal de aroeira na região da Terra Indígena Sararé, municípi

Casal é preso após se recusar a desligar som alto em Peixoto de Azevedo

Casal é preso após se recusar a desligar som alto em Peixoto de Azevedo

access_time28/01/2019 14:04

Um casal foi detido neste final de semana por perturbar o sossego alheio em Peixoto de Azevedo. A

Câmara aprova permissão para municípios estourarem limite de gastos com pessoal

Câmara aprova permissão para municípios estourarem limite de gastos com pessoal

access_time06/12/2018 08:56

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (5) o projeto que flexibiliza a Lei de Responsabil

Israel anuncia plano para construir 2,5 mil casas na Cisjordânia
Assentamento israelense Almon (Anatot), na Cisjordânia ocupada, em imagem de arquivo (Foto: AHMAD GHARABLI / AFP)

Israel anuncia plano para construir 2,5 mil casas na Cisjordânia

Maioria dos países considera ilegal a construção de assentamentos no território que Israel capturou em uma guerra em 1967. Governo israelense rebate o argumento.

access_time24/05/2018 10:55

O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, anunciou nesta quinta-feira (24) que solicitará a aprovação de um plano para construir 2,5 mil casas em 30 colônias da Cisjordânia ocupada, segundo a France Presse.

"As 2,5 mil novas residências que vamos autorizar durante o comitê de planejamento na próxima semana próxima serão construídas imediatamente em 2018", afirmou em um comunicado.

Lieberman indicou que também solicitará a aprovação do comitê para a construção de outras 1,4 mil casas mais à frente.

"Nos comprometemos a aumentar as construções na Judeia Samaria e cumprimos nossas promessas", destacou o ministro da Defesa, que usa o nome bíblico para fazer referência à Cisjordânia ocupada.

"Nos próximos meses, vamos pedir autorização para construir milhares de residências adicionais", completou.

A maioria dos países considera ilegal a construção de assentamentos israelenses no território que Israel capturou em uma guerra em 1967. Israel rebate o argumento de que os assentamentos são ilegais e afirma que o futuro deles deve ser determinado em negociações de paz com os palestinos, segundo a Reuters.

Na terça-feira, o ministro palestino das Relações Exteriores, Riyad Al Maliki, afirmou no Tribunal Penal Internacional que as colônias israelenses constituem a "ameaça mais perigosa para a vida dos palestinos e seus meios de subsistência".





Por: G1

Outras notícias

Comentários