anuncie aqui
Notícias recentes
Casamento real: por que Meghan Markle não vai ser chamada de princesa após casamento com Harry

Casamento real: por que Meghan Markle não vai ser chamada de princesa após casamento com Harry

access_time12/05/2018 10:02

Após se casar com o príncipe Harry, no próximo final de semana, a atriz americana Meghan Markle prov

Adolescentes são detidas em ônibus com porções de cocaína na MT-120

Adolescentes são detidas em ônibus com porções de cocaína na MT-120

access_time10/06/2018 19:05

Duas adolescentes foram detidas dentro de ônibus na MT-120 em Marcelândia, com porções de cocaína. O

Atirador deixa três mortos em Liège, no leste da Bélgica

Atirador deixa três mortos em Liège, no leste da Bélgica

access_time29/05/2018 07:27

Um homem armado matou três pessoas e deixou duas pessoas feridas no centro da cidade de Liège, no le

Israel anuncia plano para construir 2,5 mil casas na Cisjordânia
Assentamento israelense Almon (Anatot), na Cisjordânia ocupada, em imagem de arquivo (Foto: AHMAD GHARABLI / AFP)

Israel anuncia plano para construir 2,5 mil casas na Cisjordânia

Maioria dos países considera ilegal a construção de assentamentos no território que Israel capturou em uma guerra em 1967. Governo israelense rebate o argumento.

access_time24/05/2018 10:55

O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, anunciou nesta quinta-feira (24) que solicitará a aprovação de um plano para construir 2,5 mil casas em 30 colônias da Cisjordânia ocupada, segundo a France Presse.

"As 2,5 mil novas residências que vamos autorizar durante o comitê de planejamento na próxima semana próxima serão construídas imediatamente em 2018", afirmou em um comunicado.

Lieberman indicou que também solicitará a aprovação do comitê para a construção de outras 1,4 mil casas mais à frente.

"Nos comprometemos a aumentar as construções na Judeia Samaria e cumprimos nossas promessas", destacou o ministro da Defesa, que usa o nome bíblico para fazer referência à Cisjordânia ocupada.

"Nos próximos meses, vamos pedir autorização para construir milhares de residências adicionais", completou.

A maioria dos países considera ilegal a construção de assentamentos israelenses no território que Israel capturou em uma guerra em 1967. Israel rebate o argumento de que os assentamentos são ilegais e afirma que o futuro deles deve ser determinado em negociações de paz com os palestinos, segundo a Reuters.

Na terça-feira, o ministro palestino das Relações Exteriores, Riyad Al Maliki, afirmou no Tribunal Penal Internacional que as colônias israelenses constituem a "ameaça mais perigosa para a vida dos palestinos e seus meios de subsistência".





Por: G1

Outras notícias

Comentários