anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Famato diz que veto de Lula ao Marco Temporal é desrespeito com o povo e com o agro

Famato diz que veto de Lula ao Marco Temporal é desrespeito com o povo e com o agro

access_time24/10/2023 18:05

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) publicou uma nota defendendo que o Con

Mais de cem igrejas são incendiadas na Índia

Mais de cem igrejas são incendiadas na Índia

access_time09/05/2023 06:29

A situação dos cristãos na Índia agravou-se desde a escalada de violência do dia 28 de abril. Segund

Dino sabia do risco de vandalismo em Brasília

Dino sabia do risco de vandalismo em Brasília

access_time13/01/2023 18:19

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, sabia do risco de vandalismo nas sedes dos T

Israel diz que ao menos 1.500 integrantes do Hamas foram mortos após ataques
Hashem Zimmo/Thenews2/Folhapress

Israel diz que ao menos 1.500 integrantes do Hamas foram mortos após ataques

Exército do país afirma que restaurou ‘mais ou menos’ o controle da fronteira com Gaza; resposta a ataque do grupo extremista tem sido dura

access_time10/10/2023 08:59

O Exército israelense informou que encontrou até agora no país os corpos de 1.500 integrantes do Hamas, mortos após os ataques do grupo terrorista palestino a Israel no último sábado, 10. O número de extremistas mortos certamente é maior, uma vez que esta conta não inclui os ataques à Faixa de Gaza, onde está o Hamas. “Cerca de 1.500 corpos de combatentes do Hamas foram encontrados em Israel e ao redor da Faixa de Gaza”, declarou o porta-voz militar Richard Hecht. Ele acrescenta que as forças de segurança restauraram “mais ou menos” o controle da fronteira com Gaza. “Desde ontem à noite sabemos que não entrou ninguém, mas as infiltrações podem continuar ocorrendo.”

O Exército “quase completou” a evacuação de todas as comunidades ao redor da fronteira, acrescentou Hecht. O braço armado do movimento islâmico palestino Hamas, que governa a Faixa de Gaza, lançou no sábado uma grande ofensiva que deixou mais de 900 mortos em Israel, incluindo centenas de civis.  Em resposta, Israel realiza um sistemático e destrutivo bombardeio na Faixa de Gaza que causou, até o momento, a morte de pelo menos 687 pessoas, incluindo civis e crianças.

*Com informações da AFP





Por: Jovem Pan

Outras notícias

Comentários