Spigreen
Notícias recentes
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.040 para o próximo ano

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.040 para o próximo ano

access_time16/04/2019 08:03

Pela primeira vez, o valor do salário mínimo ultrapassará R$ 1 mil. O governo propôs salário mínimo

Dólar bate R$ 5,20 pela primeira vez na história

Dólar bate R$ 5,20 pela primeira vez na história

access_time18/03/2020 11:18

O dólar bateu R$ 5,20 pela primeira vez na história às 8h44 desta quarta-feira (18) e renovou nova m

Governo Temer tem aprovação de 4% e reprovação de 79%, diz Ibope

Governo Temer tem aprovação de 4% e reprovação de 79%, diz Ibope

access_time28/06/2018 11:18

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (28) mostra os seguintes percentuais de avaliação do gov

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad decidirão eleição para presidente no segundo turno
Os candidatos do PSL, Jair Bolsonaro, e do PT, Fernando Haddad — Foto: REUTERS/Paulo Whitaker/Nacho Doce

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad decidirão eleição para presidente no segundo turno

Segundo turno está marcado para o próximo dia 28 e definirá quem governará o país de 2019 a 2022

access_time08/10/2018 16:03

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) decidirão no segundo turno quem será o presidente do Brasil pelos próximos quatro anos, segundo os dados de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgados na noite deste domingo (7). Eles disputam a Presidência pela primeira vez.

Com quase todas as urnas apuradas, Bolsonaro tinha quase 50 milhões de votos, e Haddad superava os 30 milhões. O terceiro colocado, Ciro Gomes (PDT), somava pouco mais de 13 milhões.

Esta é a oitava eleição presidencial por meio do voto direto desde a redemocratização, no fim da década de 1980. O vencedor governará o Brasil de 1º de janeiro 2019 a 31 de dezembro de 2022.

O resultado do primeiro turno quebrou a polarização entre PT e PSDB na eleição presidencial. Nas últimas seis eleições, os dois primeiros colocados foram dos dois partidos, com duas vitórias do PSDB (1994 e 1998) e quatro do PT (2002, 2006, 2010 e 2014).

Após a confirmação do resultado, Bolsonaro afirmou que o Brasil não pode "dar mais um passo à esquerda" porque, segundo ele, está "à beira do caos. Ele falou em "unir o nosso povo, unir os cacos que nos fez o governo da esquerda no passado".

Haddad também se referiu à necessidade de união. "Queremos unir as pessoas que têm atenção aos mais pobres desse país tão desigual", declarou. O presidenciável do PT disse que, para isso, contará com "uma única arma: o argumento".





Por: Do G1

Outras notícias

Comentários