Banner Outras
Notícias recentes
Líderes das duas Coreias encerram cúpula com visita a montanha sagrada

Líderes das duas Coreias encerram cúpula com visita a montanha sagrada

access_time20/09/2018 08:18

Kim Jong-un e Moon Jae-in visitaram nesta quinta-feira (20) o símbolo espiritual da Nação coreana, e

Brasil tem o maior sistema público de transplantes

Brasil tem o maior sistema público de transplantes

access_time28/09/2019 09:39

Há 11 anos, Renata Vilela, 34 anos, renasceu. Seu segundo nascimento foi possível após sua madrinha,

Ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de prisão na Lava Jato

Ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de prisão na Lava Jato

access_time19/11/2019 06:12

O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de mandado de prisão preventiva em desdobramento d

Jovem denuncia namorado por obrigá-la a manter relações sexuais com outros homens na frente dele

Jovem denuncia namorado por obrigá-la a manter relações sexuais com outros homens na frente dele

Jovem de 19 anos denunciou o namorado à polícia depois de fugir e ser seguida por ele. Além disso, ela disse ter sofrido agressão

access_time21/02/2020 15:50

Uma jovem de 19 anos denunciou o namorado, com quem convive há dois anos, por obrigá-la a manter relações com outros homens. A denúncia foi feita na noite dessa quinta-feira (20), em Mirassol D'Oeste. Além disso, ela fala ter sofrido agressão.

A vítima disse que o namorado de 23 anos chegou em casa por volta de meia noite, com outro homem desconhecido, e mandou que ela tivesse relação sexual com ele.

Ela se recusou e saiu correndo da casa pedindo socorro.

Conforme o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, a jovem relatou que o suspeito já arrumou outros parceiros e a obrigou a manter relação com eles, em datas anteriores.

O namorado ainda seguiu a vítima tentando impedir que a mesma procurasse por ajuda da polícia.

O caso foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil para investigar o caso.

O suspeito não foi localizado.

Em Mirassol d'Oeste existe uma rede de proteção as mulheres vítimas de violência doméstica, e outras ações para garantir os direitos e a punição dos agressores. Algumas ações já estão sendo realizadas com a participação de assistentes sociais, policiais, e do Judiciário.





Por: Por G1 MT

Outras notícias

Comentários