anuncie aqui
Notícias recentes
Empresário é atacado no rosto por sucuri de 3 metros durante pescaria

Empresário é atacado no rosto por sucuri de 3 metros durante pescaria

access_time12/09/2018 07:39

Um empresário foi atacado no rosto por uma sucuri durante uma pescaria no final de semana em uma pro

Trump e Putin se reúnem na Finlândia

Trump e Putin se reúnem na Finlândia

access_time16/07/2018 09:06

Os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da Rússia, Vladimir Putin, têm uma reunião nesta

Ministro do STF da fim ao sigilo em delação de empresário acusado de esquema na Secretaria de Educação

Ministro do STF da fim ao sigilo em delação de empresário acusado de esquema na Secretaria de Educação

access_time19/10/2018 17:25

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira (19)

Juiz entende legítima defesa e arquiva inquérito de jovem que matou namorado após levar tapa no rosto
Dayane Reis Hipólito Araruna confessou ter matado o namorado com faca durante festa (Foto: Facebook/Reprodução)

Juiz entende legítima defesa e arquiva inquérito de jovem que matou namorado após levar tapa no rosto

Golpe de faca no pescoço foi entendido pela Justiça como legítima defesa, já que o rapaz tinha agredido a jovem. À época, ela confessou o crime e se entregou espontaneamente à polícia e foi liberada

access_time11/09/2018 10:23

A Justiça arquivou o inquérito que apurava a morte de Isaque dos Santos Morais, em agosto de 2017, em Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá. A namorada da vítima, Dayane Reis Hipólito Araruna, de 23 anos, se apresentou à polícia dias após o crime.

À época, ela confessou a autoria do assassinato alegando legítima defesa. No entanto, foi liberada por falta de flagrante.

De acordo com a decisão do juiz Evandro Juarez Rodrigues, ela agiu em legítima defesa, já que havia sido agredida pelo namorado com um tapa no rosto.

Testemunhas disseram à polícia que Dayane participava da festa de aniversário, quando Isaque chegou ao evento. Os dois começaram uma discussão e Isaque deu um tapa no rosto de Dayane.

Em seguida, ainda conforme as testemunhas, ela pegou uma faca e golpeou o pescoço do namorado. Ela fugiu do local.

Isaque foi socorrido e morreu durante o atendimento no hospital.

A Polícia Civil de Peixoto de Azevedo concluiu o inquérito em dia 22 de fevereiro de 2018 e indiciou Dayane por lesão corporal seguida de morte.

Contudo, no dia 23 de julho deste ano, o juiz da Comarca de Peixoto publicou o arquivamento do processo.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários