Spigreen
Notícias recentes
Contran suspende prazos para processos de habilitação; entenda

Contran suspende prazos para processos de habilitação; entenda

access_time20/10/2020 09:54

Apesar do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) já ter retomado a aplicação das provas práti

Mais de 2 mil documentos de identidade na versão cartão foram emitidos em MT desde junho

Mais de 2 mil documentos de identidade na versão cartão foram emitidos em MT desde junho

access_time29/07/2019 08:44

Em pouco mais de um mês, mais de 2 mil documentos de identidade na versão cartão foram emitidos em M

Autoridades americanas comemoram 'efeito certeiro' de remédio contra coronavírus

Autoridades americanas comemoram 'efeito certeiro' de remédio contra coronavírus

access_time01/05/2020 07:59

Representando o Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos EUA (Niaid, na sigla em ing

Maduro pede renúncia de ministros, após apagão
Fabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo Agência Brasil

Maduro pede renúncia de ministros, após apagão

access_time18/03/2019 09:25

Após o apagão de quase uma semana na Venezuela, o presidente Nicolás Maduro anunciou a reestruturação do seu gabinete. Ele pediu que todos os ministros coloquem os cargos à disposição. O vice-presidente da República, Delcy Rodríguez, comunicou a decisão.

"O presidente Nicolás Maduro pediu a todo o gabinete executivo para colocar seus encargos, com o fim dos efeitos de uma profunda reestruturação dos métodos e funcionamento do governo bolivariano para proteger a pátria de Bolívar e [Hugo] Chávez  [presidente já morto da Venezuela] de qualquer ameaça", disse Rodriguez em sua conta no Twitter.

Há dois dias, Maduro anunciou a intenção de mudanças para “otimizar a gestão do governo e proteger o país contra novas ameaças”. "É uma luta moral e espiritual de um país inteiro pela honestidade, pela eficiência e pelos bons serviços", afirmou.

A iniciativa ocorre no momento em que há um impasse na Venezuela entre Maduro e Juan Guaidó, presidente autodeclarado. Mais de 50 países, incluindo o Brasil, apoiam Guaidó, enquanto China, Rússia e Turquia estão ao lado de Maduro. Há protestos constantes, de ambos os lados, nas principais cidades venezuelanas.   

*Com informações da Telesur, emissora multiestatal de televisão com sede na Venezuela





Por: Agência Brasil*

Outras notícias

Comentários