Spigreen
Notícias recentes
Casal menor de idade é apreendido suspeito de tráfico de drogas em Peixoto de Azevedo

Casal menor de idade é apreendido suspeito de tráfico de drogas em Peixoto de Azevedo

access_time12/05/2018 10:14

Casal menor de idade foi apreendido suspeito de tráfico de drogas nesta sexta-feira (11), em uma res

Secretaria de Obras e de Meio Ambiente pedem colaboração da população

Secretaria de Obras e de Meio Ambiente pedem colaboração da população

access_time13/02/2019 15:52

No ano passado moradores da Rua Cajubi e proximidades pediram a reconstrução de uma passarela naquel

Bolsonaro retira sonda nasogástrica e recomeça dieta líquida

Bolsonaro retira sonda nasogástrica e recomeça dieta líquida

access_time13/09/2019 14:51

A equipe médica que acompanha o presidente Jair Bolsonaro retirou na manhã de hoje (13) a sonda naso

Maior produtor de carne bovina do país, Mato Grosso deve voltar a exportar para os Estados Unidos
Mato Grosso pode voltar a exportar carne bovina in natura para os Estados Unidos — Foto: Ministério da Agricultura/Divulgação

Maior produtor de carne bovina do país, Mato Grosso deve voltar a exportar para os Estados Unidos

De acordo com o Mapa, a abertura do mercado de exportação pode começar a partir deste mês. O estado tem o maior rebanho do país

access_time26/02/2020 16:21

Mato Grosso pode voltar a exportar carne bovina para o exterior a partir deste mês. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou que o país pode voltar a exportar carne in natura para os Estados Unidos.

Devido à abertura do mercado de exportação, o estado deve ser beneficiado, já que é o maior exportador de carne bovina do país. Em 2019, ao todo, foram produzidas 428,11 mil toneladas de carne, o que corresponde a um aumento de 21,89% em comparação com 2018.

O estado conta atualmente com um rebanho de mais de 30 milhões de animais. O comunicado do Mapa foi divulgado na sexta-feira (21).

Segundo o Mapa, as compras de cortes bovinos do país foram suspensas pelos Estados Unidos em 2017, devido às repercussões provocadas pela vacina contra a febre aftosa nos rebanhos.

A previsão de retomada das exportações não foi divulgada, mas, segundo o Ministério, a comercialização pode começar a partir da divulgação.

De acordo com a ministra Tereza Cristina, a notícia foi recebida com muita satisfação e estava sendo esperada há muito tempo pela pasta.

“Uma notícia que esperávamos com ansiedade há algum tempo e que hoje eu tive a felicidade de receber. É uma ótima notícia, porque isso traz o reconhecimento da qualidade da carne brasileira por um mercado tão importante como o americano", afirmou.

O Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) do Ministério, antes de começar as exportações, deve enviar uma lista atualizada de estabelecimentos que estão aptos e certificados a comercialização.





Por: Por G1 MT

Outras notícias

Comentários