anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Motoristas com CNH vencida em março de 2020 devem renovar o documento este mês

Motoristas com CNH vencida em março de 2020 devem renovar o documento este mês

access_time01/03/2021 10:24

Os motoristas que tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida em março de 2020 devem re

Ministros visitam amanhã abrigo com crianças brasileiras nos EUA

Ministros visitam amanhã abrigo com crianças brasileiras nos EUA

access_time05/07/2018 09:01

Na viagem aos Estados Unidos, os ministros Aloysio Nunes Ferreira (Relações Exteriores) e Gustavo do

PF desarticula associação criminosa suspeita de invadir site do TSE

PF desarticula associação criminosa suspeita de invadir site do TSE

access_time24/08/2021 11:33

A Polícia Federal (PF) foi às ruas na manhã de hoje (24) para cumprir um mandado de prisão preventiv

Mais de 300 jornais norte-americanos se unem contra Trump
Donald Trump (Jim Lo Scalzo/EFE/Direitos reservados

Mais de 300 jornais norte-americanos se unem contra Trump

access_time16/08/2018 08:06

Mais de 300 jornais dos Estados Unidos, entre eles o The New York Times, Dallas Morning News, o The Denver Post, o The Philadelphia Inquirer e o Chicago Sun-Times, publicaram hoje (15) editoriais em defesa da liberdade de expressão e de imprensa. É uma reação às afirmações do presidente norte-americano, Donald Trump, sobre fake news e de que a imprensa é “inimiga do povo”.  

As tensões se agravaram quando o repórter Jim Acosta, da CNN, abandonou a entrevista coletiva após Sarah Sanders, porta-voz da Casa Branca, não responder sobre questões relacionadas à afirmação de Trump de que a imprensa é "inimiga do povo".

Com a hashtag #EnemyOfNone (Inimigos de ninguém, em tradução livre), a campanha foi organizada pelo jornal The Boston Globe e ganhou a adesão tanto de publicações de peso, como o The New York Times, quanto de jornais menores.

Porém, veículos da imprensa favoráveis ao governo Trump, como o site conservador Townhall.com, criticaram a reação coletiva. Marjorie Pritchard, do The Boston Globe, disse que a resposta dos 300 veículos foi "esmagadora".

 "Temos alguns jornais grandes, mas a maioria é de mercados menores, todos entusiasmados em enfrentar o ataque de Trump ao jornalismo".





Por: Agência Brasil

Outras notícias

Comentários