Banner Outras
Notícias recentes
Dólar cai, depois de quatro altas seguidas

Dólar cai, depois de quatro altas seguidas

access_time09/03/2019 07:30

Depois de quatro altas consecutivas e de atingir a maior cotação do ano, o dólar caiu nesta sexta-fe

Caminhoneiros fazem 8º dia de manifestação em Mato Grosso

Caminhoneiros fazem 8º dia de manifestação em Mato Grosso

access_time28/05/2018 07:24

Caminhoneiros fazem o oitavo dia de manifestação na manhã desta segunda-feira (28) em 32 trechos nas

Vigilante que atirou 4 vezes e matou sargento diz que se assustou ao ser abordado

Vigilante que atirou 4 vezes e matou sargento diz que se assustou ao ser abordado

access_time25/05/2018 14:28

O vigilante Luiz Fernando Nunes de Souza, de 31 anos, que foi preso na madrugada desta sexta-feira (

Mais de 400 kg de pescado irregular são apreendidos em rio em Itiquira
Pescado irregular apreendido foi doado para instituições filantrópicas — Foto: TVCA/Reprodução

Mais de 400 kg de pescado irregular são apreendidos em rio em Itiquira

Nenhum responsável pelos animais, que eram estocados em geladeiras, foi preso. Até o fim deste mês, quem for pego pescando durante a piracema, deve responder por crime ambiental

access_time07/01/2019 08:27

A Polícia Ambiental apreendeu 455 quilos de pescado irregular no município de Itiquira, a 359 km de Cuiabá, no sábado (5). Nenhum responsável pelos animais, que eram estocados em geladeiras, foi preso.

A apreensão ocorreu durante rondas próximos ao Rio Itiquira. Na ocasião, dois pescadores foram avistados em uma canoa artesanal. No momento da abordagem, eles fugiram para uma mata fechada.

No local, os pescadores deixaram a canoa, dois peixes da espécie cachara que ainda estavam vivos e foram devolvidos ao rio.

Durante a ronda na região foram encontradas cinco geladeiras que eram utilizadas como caixa térmica. No recipiente, foram encontrados peixes das espécies cachara, pintado, pacu e dourado.

O pescado irregular foi doado para entidades filantrópicas.

Piracema
Até o fim deste mês, quem for pego pescando durante o período reprodutivo, deve responder por crime ambiental. O valor da multa para quem descumprir a legislação varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por kg de peixe apreendido.

Durante a piracema, só é permitida a pesca de subsistência, quando o pescado é usado para a alimentação da família. Mesmo assim, a pesca tem que ser na beira do rio e o limite é de 3 kg de peixe.





Por: TV Centro América

Outras notícias

Comentários