Camara Peixoto
Notícias recentes
Preço dos combustíveis é tema de debate na Câmara

Preço dos combustíveis é tema de debate na Câmara

access_time23/05/2018 07:47

A Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados se reúne a partir das 9h30 de hoje (23) para d

Rio Grande do Sul confirma caso de infecção pela variante Ômicron

Rio Grande do Sul confirma caso de infecção pela variante Ômicron

access_time04/12/2021 14:04

A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul confirmou nesta sexta-feira (3) um caso de infecção pela

Polícia Federal deflagra operação contra quadrilha que fraudava empréstimos consignados junto à Caixa

Polícia Federal deflagra operação contra quadrilha que fraudava empréstimos consignados junto à Caixa

access_time02/02/2022 11:45

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (02), a 'Operação Mimetismo', com o intuito

Mais de 50 mil eleitores de MT que não votaram nas três últimas eleições podem ter o título cancelado
Em Mato Grosso, 50,7 mil eleitores podem ter o título cancelado — Foto: TSE

Mais de 50 mil eleitores de MT que não votaram nas três últimas eleições podem ter o título cancelado

Eleitor que não fizer regularização fica impedido votar, obter passaporte, tomar posse em cargo público, entre outros. Situação individual pode ser consultada através da internet, no site do TRE

access_time09/04/2019 08:47

Mais de 50 mil eleitores de Mato Grosso que não votaram nas últimas três eleições podem ter o título cancelado, caso não procurem a Justiça Eleitoral para justificar a ausência. O prazo, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), para regularizar a situação é no dia 6 de maio.

O eleitor pode consultar a própria situação através da internet, no site do TRE.

Na internet, o interessado deverá clicar na aba "eleitor" e, em seguida, "situação eleitoral" para informar o nome completo e a data de nascimento ou o número do título eleitoral. O sistema emitirá a certidão informando a situação do eleitor.

Para regularização, o eleitor deverá apresentar documento com foto que comprove sua identidade e, se possuir, título eleitoral, comprovantes de votação e de justificativa.

O eleitor que não votou e nem justificou dentro do prazo previsto em lei, terá que pagar uma multa para cada ausência, cujo valor varia em cada município a critério do juiz eleitoral.

O eleitor que não regularizar ficará impedido de exercer diversos direitos, entre eles: votar, obter passaporte, tomar posse em cargo público, fazer ou renovar matrícula em instituições de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários