Kurupí
Notícias recentes
Jovem de 18 anos morre ao ter parada cardíaca após prova do Detran

Jovem de 18 anos morre ao ter parada cardíaca após prova do Detran

access_time20/09/2018 08:37

Um jovem de 18 anos morreu nesta quarta-feira (19) durante a prova prática para obtenção da Carteira

Homem leva coronhada na cabeça e tem carteira roubada

Homem leva coronhada na cabeça e tem carteira roubada

access_time21/09/2018 15:35

Fato ocorreu por volta das 20h30, de quinta-feira (20), no Bairro Santa Isabel em Peixoto de Azevedo

Grávida é agredida pelo marido, reage e o esfaqueia 3 vezes em MT, diz polícia

Grávida é agredida pelo marido, reage e o esfaqueia 3 vezes em MT, diz polícia

access_time02/05/2019 09:15

Uma mulher foi detida na noite dessa quarta-feira (1º) depois de esfaquear o marido dela em Tangará

Mais de 50 mil eleitores de MT que não votaram nas três últimas eleições podem ter o título cancelado
Em Mato Grosso, 50,7 mil eleitores podem ter o título cancelado — Foto: TSE

Mais de 50 mil eleitores de MT que não votaram nas três últimas eleições podem ter o título cancelado

Eleitor que não fizer regularização fica impedido votar, obter passaporte, tomar posse em cargo público, entre outros. Situação individual pode ser consultada através da internet, no site do TRE

access_time09/04/2019 08:47

Mais de 50 mil eleitores de Mato Grosso que não votaram nas últimas três eleições podem ter o título cancelado, caso não procurem a Justiça Eleitoral para justificar a ausência. O prazo, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), para regularizar a situação é no dia 6 de maio.

O eleitor pode consultar a própria situação através da internet, no site do TRE.

Na internet, o interessado deverá clicar na aba "eleitor" e, em seguida, "situação eleitoral" para informar o nome completo e a data de nascimento ou o número do título eleitoral. O sistema emitirá a certidão informando a situação do eleitor.

Para regularização, o eleitor deverá apresentar documento com foto que comprove sua identidade e, se possuir, título eleitoral, comprovantes de votação e de justificativa.

O eleitor que não votou e nem justificou dentro do prazo previsto em lei, terá que pagar uma multa para cada ausência, cujo valor varia em cada município a critério do juiz eleitoral.

O eleitor que não regularizar ficará impedido de exercer diversos direitos, entre eles: votar, obter passaporte, tomar posse em cargo público, fazer ou renovar matrícula em instituições de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários