anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Terremoto na Turquia é a pior catástrofe natural em um século na Europa, diz OMS

Terremoto na Turquia é a pior catástrofe natural em um século na Europa, diz OMS

access_time14/02/2023 12:32

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que o terremoto na Turquia, que também atingiu a Síria,

Autor de assassinatos de mãe e filhas é transferido para penitenciária; criminoso é reincidente em crime sexual

Autor de assassinatos de mãe e filhas é transferido para penitenciária; criminoso é reincidente em crime sexual

access_time27/11/2023 19:09

O autor confesso dos assassinatos de mãe e filhas, ocorridos em Sorriso, no norte de Mato Grosso, ne

61 bebês morreram em 2022/2023 e prefeito disse que “Criança morre em todo lugar”

61 bebês morreram em 2022/2023 e prefeito disse que “Criança morre em todo lugar”

access_time06/09/2023 07:47

De 2022 até os primeiros quatro meses deste ano 61 óbitos infantis ocorreram em hospitais de Sinop.

Mauro cobra transparência do Senado:

Mauro cobra transparência do Senado: "Quanto vamos pagar de impostos?"

Governador avalia que desinformação prevalece e não há conhecimentos dos efeitos práticos

access_time28/08/2023 12:00

O governador Mauro Mendes (União Brasil) cobrou nesta segunda-feira (28) que o Senado seja transparente nos critérios que serão adotados para a aprovação em definitiva da Reforma Tributária, com o intuito de evitar perda de arrecadação aos entes federados - municípios, Estados e União.

"Quanto vamos pagar de impostos? Essa resposta precisa ser dada aos brasileiros. Qual o valor que os cidadãos terão de pagar em impostos para suprir a demanda dos Estados porque a despesa não vai diminuir? De onde virão as normas para a arrecadação? Outro ponto polêmico: E a substituição tributária? A chamada ST, onde você cobra imposto lá na indústria e não na cadeia seguinte onde pode ter muita sonegação? Aqueles que se dizem mentores precisam esclarecer", disse Mauro em entrevista à Rádio Jovem Pan.

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), convocou os 27 governadores para discutir detalhes a respeito da Reforma Tributária. A principal preocupação de Estados com vocação agrícola como Mato Grosso e Goiás é a extinção a longo prazo de fundos de arrecadação e de programas de incentivos fiscais. Para efeito de compensação, a União propõe um fundo nacional de compensação, porém, ainda não há critérios definidos para a repartição do montante.

Na avaliação do governador Mauro Mendes, a principal missão do Senado será facilitar a compreensão dos efeitos práticos da nova legislação. "Existe muita desinformação. As pessoas não conseguem traduzir o texto para aplicar a vida real. Nas exportações o produtor será desonerado e o imposto não pago será retornado a ele, e tem gente do setor do agro reclamando. Já conversei com deputados e empresários e não conseguem entender. Tem que ter compreensão para guardar co-relação com a verdade. É preciso aprofundar a compreensão deste texto com a realidade do dia a dia da tributação", destacou.

O relator da Reforma no Senado Federal, Eduardo Braga (MDB-AM), já declarou que foram apresentadas 80 emendas ao texto aprovado pela Câmara dos Deputados.

O tema tem sido discutido no Congresso Nacional há três décadas, mas nunca foi aprovada uma modificação sistemática. Agora, a alteração será introduzida em definitivo, pois se trata de uma emenda constitucional registrada com a de número 45/2019.





Por: RAFAEL COSTA DO REPÓRTERMT

Outras notícias

Comentários