anuncie aqui
Notícias recentes
Bebê onça é deixado por morador em pet shop e funcionários chamam bombeiros

Bebê onça é deixado por morador em pet shop e funcionários chamam bombeiros

access_time30/08/2018 09:05

Um filhote de onça-pintada foi levado para o centro veterinário da Universidade Federal de Mato Gros

‘Foi um exagero o que fizeram’, diz Neymar sobre memes

‘Foi um exagero o que fizeram’, diz Neymar sobre memes

access_time20/07/2018 16:22

Depois da decepção de uma eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo e de ver suas quedas vira

Passageiro é preso em ônibus em MT com pistola, barra de ouro e R$ 9 mil em espécie

Passageiro é preso em ônibus em MT com pistola, barra de ouro e R$ 9 mil em espécie

access_time20/07/2018 16:46

Durante uma viagem, um passageiro de ônibus foi preso nesta sexta-feira (20), em Sinop, a 503 km de

México encontra corpos de 11 pessoas enforcadas no norte do país
Policiais mexicanos em Ciudad Juarez, no local onde 11 corpos foram encontrados (Foto: Jose Luis Gonzalez / Reuters)

México encontra corpos de 11 pessoas enforcadas no norte do país

Investigação aponta para disputa entre criminosos

access_time04/08/2018 08:10

Os corpos de 11 pessoas enforcadas foram encontradas nesta sexta-feira (3), em uma residência em Ciudad Juárez, no estado de Chihuahua, norte do México e fronteira com os Estados Unidos, segundo informações da Promotoria Geral.

As autoridades indicaram que os corpos das vítimas correspondem a oito homens e três mulheres e segundo informação dos legistas, todos foram mortos com "um torniquete no pescoço".

De acordo com as versões apresentadas, o local onde aconteceram os assassinatos tem caraterísticas de uma casa de segurança como aquelas utilizadas por grupos criminosos e aparentemente as vítimas foram reunidas para serem mortas.

Uma das linhas de investigação aponta para uma disputa de grupos criminosos.

Anteriormente, a Promotoria, através de um comunicado, afirmou que "realiza uma investigação ministerial para esclarecer o fato e descobrir o paradeiro dos responsáveis".

Além disso, indicou que "os procedimentos da Agência Estatal de Investigação se concentram neste momento em determinar as causas da agressão, a identidade das vítimas que morreram no local e estabelecer se pertencem a uma célula criminosa".

Na última quinta (2), um grupo de detentos da penitenciária estadual de Aquiles Serdán, na capital de Chihuahua, invadiu uma área do presídio para assassinar um homem que atuava como líder de uma gangue ligada aos cartéis de drogas.

Durante o ataque, oito homens ficaram feridos.





Por: Agencia EFE

Outras notícias

Comentários