anuncie aqui
Notícias recentes
EUA anunciam saída do Conselho de Direitos Humanos da ONU

EUA anunciam saída do Conselho de Direitos Humanos da ONU

access_time19/06/2018 18:44

Os Estados Unidos se retiraram do Conselho de Direitos Humanos da ONU nesta terça-feira, depois que

Mulher é encontrada morta sem a mão e marido morto sem o polegar em MT

Mulher é encontrada morta sem a mão e marido morto sem o polegar em MT

access_time28/05/2018 08:53

Um casal foi encontrado morto na tarde desse domingo (27) em chácara na região de Poxoréu/MT. De aco

Jovem Peixotense está desaparecido há dois dias

Jovem Peixotense está desaparecido há dois dias

access_time15/05/2018 12:00

Ninguém vê Marcelo Santos Paulino, 18 anos, desde meia noite e meia dessa segunda-feira (14). Última

Minas e Energia abre processo para investigar rompimento de barragem
Adriano Machado/Reuters/Direitos reservados

Minas e Energia abre processo para investigar rompimento de barragem

access_time11/02/2019 10:04

O Ministério de Minas e Energia determinou a instauração de processo administrativo para obter informações referentes ao rompimento da barragem da mineradora Vale na mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), no último dia 25. A portaria foi publicada hoje (11) no Diário Oficial da União.

De acordo com o texto, o processo administrativo servirá para a adoção de providências que se fizerem necessárias quanto à prevenção, controle e mitigação das consequências dos danos provocados pelo rompimento no município mineiro, bem como para a adoção de providências quanto à segurança de barragens.

Até ontem (10), a tragédia em Brumadinho contabilizava 165 mortos e 160 desaparecidos, entre funcionários da mineradora, terceirizados que prestavam serviços à Vale e membros da comunidade. Há ainda 138 pessoas desabrigadas e duas seguem hospitalizadas – 17 dias após o rompimento da barragem.





Por: Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil

Outras notícias

Comentários