anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Dono de Porsche preso por tráfico e lavagem de dinheiro pode ser transferido para Alagoas

Dono de Porsche preso por tráfico e lavagem de dinheiro pode ser transferido para Alagoas

access_time01/02/2024 14:02

O empresário José Clóvis Pezzin de Almeida, também conhecido como Marllon, preso na manhã desta quin

Preso em Matupá suspeito de ferir “amigo” com golpes de faca durante desentendimento em festa

Preso em Matupá suspeito de ferir “amigo” com golpes de faca durante desentendimento em festa

access_time24/03/2023 10:43

A Polícia Militar prendeu o jovem, de 21 anos, ontem à noite, acusado de atacar outro com uma faca,

Lula oficializa ex-ministro Ricardo Lewandowski para o Ministério da Justiça

Lula oficializa ex-ministro Ricardo Lewandowski para o Ministério da Justiça

access_time11/01/2024 12:00

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou nesta quinta-feira, 11, a indicação do ministro

Ministra do Turismo e 5 deputados pedem desfiliação do União Brasil
Daniela Carneiro, ministra do Turismo, ao lado do marido, Waguinho, e do presidente Lula | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Ministra do Turismo e 5 deputados pedem desfiliação do União Brasil

Parlamentares acusam a presidente do partido de gestão 'autoritária'

access_time11/04/2023 07:11

A ministra do Turismo, Daniela Carneiro, conhecida como Daniela do Waguinho, em referência ao marido, prefeito de Belford Roxo (RJ), e outros cinco deputados federais do Rio de Janeiro, eleitos em 2022 pelo União Brasil, pediram para se desfiliar da legenda.

Em ação protocolada no dia 6 perante o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os parlamentares alegam que o presidente do partido, Luciano Bivar, e o vice, Márcio Canela, fazem uma gestão “autoritária” e não respeitam o estatuto do partido.

Entre as ilegalidades, estariam o corte de senha do diretório estadual, que permitia a destinação de recursos do fundo partidário e nomeação de comissões municipais provisórias, e intervenções na Executiva Municipal na cidade do Rio de Janeiro.

“Não restam dúvidas de que os citados dirigentes pretendem constituir apenas comissões provisórias formadas por aqueles que lhe forem submissos, visando obter o controle absoluto do partido”, escreveram.

Além de Daniela, pediram a desfiliação do União Brasil Chiquinho Brazão, Danielle Cunha, Rogério Teixeira Júnior, conhecido como Juninho do Pneu, Ricardo David e Marcos Soares. Da bancada do Rio, o único fora da lista é Murillo Gouvea.

Os parlamentares alegam, também, que “passaram a sofrer insultos e ameaças de intervenção, expulsão e suspensão, além do pedido de renúncia dirigido ao presidente estadual, Wagner Carneiro”, marido da ministra. Carneiro deve pedir a desfiliação do União ainda esta semana.

No caso de parlamentares, a desfiliação de partido deve ser feita com autorização judicial, sob pena de perda do cargo legislativo, que, segundo entendimento do TSE, pertence à legenda e não ao político.

Em despacho com data de segunda-feira 10, o ministro Ricardo Lewandowski, que se aposentou nesta terça-feira, 11, determinou que Bivar seja citado e apresente defesa em cinco dias.

O movimento dos parlamentares do Rio, pode ter impacto na formação do ministério do presidente Lula, já que Daniela ocupa uma das três vagas reservadas ao União Brasil no primeiro escalão do governo. Mesmo acusada de proximidade com a milícia do Rio de Janeiro e outras irregularidades, a ministra segue no cargo.





Por: Redação Oeste

Outras notícias

Comentários