anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
PF nega morte em ginásio e libera idosos e mulheres com filhos

PF nega morte em ginásio e libera idosos e mulheres com filhos

access_time10/01/2023 10:02

Depois de passarem mais de 12 horas fechados no ginásio da Polícia Federal, em Brasília, mulheres co

Quatro fugitivos de presídio morrem em confronto com polícia

Quatro fugitivos de presídio morrem em confronto com polícia

access_time16/08/2023 16:31

Quatro suspeitos morreram em confronto com a Polícia Militar em uma chácara abandonada na MT-320 em

Com 39,2°C, Cuiabá registra dia mais quente do ano

Com 39,2°C, Cuiabá registra dia mais quente do ano

access_time07/08/2023 21:03

A capital mato-grossense registrou o dia mais quente deste ano, com 39,2°C, na tarde desse domingo (

Ministro chama isenção de impostos de ‘distorção eleitoreira’
Segundo o ministro, a política do atual governo busca corrigir uma distorção causada pela gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro | Foto: Divulgação

Ministro chama isenção de impostos de ‘distorção eleitoreira’

Alexandre Silveira criticou isenção tributária promovida no governo Bolsonaro

access_time01/03/2023 08:52

Ao anunciar a volta de impostos sobre os combustíveis, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, classificou a isenção de tributos como uma “distorção eleitoreira”. A declaração foi dada na terça-feira 28.

Segundo o ministro, a política do governo Lula busca corrigir uma distorção causada pela gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro. Em março do ano passado, o então presidente zerou a cobrança de PIS e Cofins sobre combustíveis.

De acordo com Silveira, a isenção tributária teria favorecido a distribuição de dividendos de grandes petroleiras, além de ter retirado dinheiro para investimento em programas sociais.

“O que estamos fazendo hoje é corrigir uma distorção, uma medida eleitoreira que criou um mecanismo contra a população, um mecanismo tributário para financiar acionistas de grandes petroleiras”, criticou Silveira. “Tirou dinheiro da educação, de moradia, do combate à fome e à miséria para financiar esses anúncios cada vez maiores de distribuição de dividendos de grandes petroleiras.”

A decisão tinha como validade 31 de dezembro de 2022, mas foi prorrogada por mais dois meses pelo presidente Lula, em seu primeiro dia de mandato. O diesel e o gás de cozinha seguem sem tributação até o fim do ano, de acordo com medida provisória assinada pelo petista.





Por: Redação Oeste

Outras notícias

Comentários