Camara Peixoto
Notícias recentes
Professora é acusada de agredir bebês em escola

Professora é acusada de agredir bebês em escola

access_time10/08/2018 07:29

Boletim de ocorrência foi registrado na delegacia de Polícia Civil de Sorriso, onde uma estagiária d

Moraes dá 15 dias para PF elaborar relatório sobre suposto vazamento de dados por Bolsonaro

Moraes dá 15 dias para PF elaborar relatório sobre suposto vazamento de dados por Bolsonaro

access_time03/05/2022 11:54

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes deu 15 dias para a PF (Polícia Fede

Adolescente grávida de 9 meses é detida após furtar 10 peças de picanha em supermercado

Adolescente grávida de 9 meses é detida após furtar 10 peças de picanha em supermercado

access_time23/11/2018 07:36

Uma adolescente grávida foi detida na tarde dessa quinta-feira (22) suspeita de ter furtado 10 peças

Ministro destaca aprovação de edital para concessão da BR-163 entre Sinop e Itaituba

Foto por: assessoria

Ministro destaca aprovação de edital para concessão da BR-163 entre Sinop e Itaituba

access_time01/04/2021 10:31

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, comentou, hoje, a aprovação feita pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para concessão de um trecho de 1 mil quilômetros da BR-163, entre Sinop e Itaituba (PA). O edital foi divulgado nesta quarta-feira e o leilão será no dia 8 de julho, na Bolsa de Valores em São Paulo. 

“A revitalização da BR-163 é um antigo compromisso que fizemos com os caminhoneiros e a aprovação da sua concessão é mais uma etapa para fecharmos com chave de ouro esse trabalho que visa o progresso do Brasil”, declarou o ministro da Infraestrutura.

Por meio de nota, o ministério da Infraestrutura ressaltou o trabalho para conclusão do asfalto da BR-163, em parceria com o Exército Brasileiro, o que, segundo a pasta, pôs fim a “45 anos de imagens de caminhões presos em atoleiros neste trecho, impossibilitando o término das viagens e acumulando prejuízos aos caminhoneiros”.

Conforme Só Notícias já informou, a ANTT divulgou que o projeto consiste na exploração por 10 anos, prorrogáveis por mais dois anos, da infraestrutura e da prestação do serviço público de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade da BR-163. De acordo com a autarquia, “o trecho rodoviário é elemento fundamental para o desenvolvimento da região, viabilizando o escoamento de áreas produtoras e fomentando a economia de 13 municípios em duas unidades federativas (Mato Grosso e Pará)”.

A Agência também informou que a “finalidade do projeto é obter um modelo atrativo e com tratamento adequado dos riscos, dotar a rodovia de condições perenes de trafegabilidade, de condições para o escoamento de grãos compatível com a estrutura portuária existente, reduzir os custos operacionais e dos tempos de viagem dos veículos, propor soluções de engenharia para os elementos do sistema rodoviário no longo prazo, ainda que o prazo da concessão seja mais curto que o usual, compatível com a entrada em operação esperada para a ferrovia (Ferrogrão)”.

Entre as melhorias previstas no trecho a ser concedido está a implantação de acostamentos, faixas adicionais, vias marginais e acessos, além de reforço no pavimento e manutenções periódicas, “de forma a garantir a sua longevidade. A construção dos acessos definitivos aos terminais portuários de Miritituba, Santarenzinho e Itapacurá promoverá a competitividade dessas alternativas logísticas, potencializando o escoamento da produção de grãos proveniente do Mato Grosso pela BR-163”, destacou a ANTT.

Segundo divulgado pela Agência, são previstas três praças de pedágio. A primeira será em Itaúba, a segunda em Guarantã do Norte e a terceira em Trairão, no Pará. Nas duas primeiras será cobrado pedágio, com tarifa máxima de R$ 8,56. Na última praça, o pedágio terá custo máximo de R$ 65,93, valor que será pago somente por motoristas de veículos com quatro ou mais eixos, sendo que os demais estarão isentos.

Os investimentos previstos são estimados em R$ 3 bilhões. Deste total, R$ 1,1 bilhão será destinado a custos operacionais e o restante será aplicado em outros investimentos na rodovia. 

A licitação será na modalidade concorrência internacional, segundo a ANTT. Desta forma, será considerada vencedora e assumirá a concessão a empresa que apresentar o menor valor de tarifa de pedágio.





Por: Só Notícias/Herbert de Souza

Outras notícias

Comentários