anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Marinho ataca a reforma trabalhista: ‘Trágica’

Marinho ataca a reforma trabalhista: ‘Trágica’

access_time08/06/2023 07:54

Não é surpresa que o governo de Luiz Inácio Lula da Silva pretende rever a legislação trabalhista. D

Defensoria questiona competência do STF em julgar manifestantes presos em Brasília

Defensoria questiona competência do STF em julgar manifestantes presos em Brasília

access_time19/04/2023 07:20

A Defensoria Pública da União (DPU) enviou, na segunda-feira 17, documentos ao ministro do Supremo T

Homem sofre tentativa de homicídio em residência no Nortão

Homem sofre tentativa de homicídio em residência no Nortão

access_time15/11/2023 11:44

A Polícia Militar foi acionada, ontem à noite, após um homem, 34 anos, ser agredido ao ter sua resid

Ministros de Lula usam jatinhos da FAB em viagens para redutos eleitorais
Ministro da Justiça, Flávio Dino, campeão de uso de jatinhos da FAB | Foto: Reprodução/YouTube/TV Senado

Ministros de Lula usam jatinhos da FAB em viagens para redutos eleitorais

Levantamento da Gazeta do Povo também mostra 35 ‘voos secretos’ de ministros do STF

access_time16/06/2023 08:20

Ministros do governo Lula usam os jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB) para passar o fim de semana em seus redutos eleitorais. Além disso, eles também preferem as aeronaves oficiais para viagens ao exterior. Isso é o que consta de um levantamento feito pelo blog de Lúcio Vaz, da Gazeta do Povo, publicado na quinta-feira 15. Os dados mostram ainda 35 voos secretos de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com os dados, o campeão da farra nos voos nacionais é o ministro da Justiça, Flávio Dino, que usou jatinhos da FAB 46 vezes, sendo mais da metade para passar o fim de semana em São Luíz. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, fez 30 voos — todos para São Paulo.

Em relação aos voos feitos por Haddad, dos 14 de Brasília para São Paulo, 11 foram na quinta ou sexta-feira. No trajeto inverso, dos 16 voos, 14 foram às segundas ou terças-feiras. O jornal ressalta que os ministros não podem usar as aeronaves oficiais para viajar para casa ou para fins particulares.

Por isso, nos dados disponibilizados pelo governo, há sempre um compromisso oficial no Estado de destino associado à viagem. No caso de Haddad, há participação em eventos, inaugurações e entrevistas. No caso de Dino, no entanto, o blog informa que o ministro da Justiça fez 12 voos a São Luís em fins de semana sem agenda oficial.

Ex-prefeito de São Bernardo do Campo, o ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, fez 28 voos em jatinhos da FAB, sendo 20 para São Paulo. O ministro Alexandre Silveira, de Minas e Energia, fez 22 voos, sendo nove para Minas, Estado pelo qual foi deputado e senador.

Voos para o exterior de ministros de Lula em aeronaves da FAB

A ministra do Turismo, Daniela Carneiro, fez duas viagens ao exterior no mês de maio, uma para Punta Cana (República Dominicana) e outra para Havana (Cuba), para participar de encontros com ministros de Turismo. Ela voou 134 horas em jatinhos da FAB. Quem mais viajou ao exterior, no entanto, foi o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira. Ele esteve em nove cidades de oito países.

Voos secretos

O levantamento publicado pela Gazeta mostra que até agora ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) fizeram 35 voos secretos — o nome do passageiro não fica registrado. Em 28 voos, houve apenas um passageiro e, nos outros sete, dois passageiros. Quase todos os voos foram para São Paulo — apenas um teve como destino Belo Horizonte.

Segundo apuração do blog de Lúcio Vaz, os ministros do STF teriam obtido autorização do Ministério da Defesa para usar os voos oficiais. O motivo seria evitar hostilização em aeroportos. Ainda segundo a reportagem, no dia 27 de abril, houve um voo de Brasília para São Paulo, “à disposição do Ministério da Defesa”, com 12 passageiros. Entre eles, estavam os ministros Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski.

A regulamentação do uso de aeronaves oficiais está no Decreto 10.267/2020. Ministros de Estado e comandantes militares têm direito a utilizar aeronaves oficiais por motivo de serviço, doença ou segurança. Mas apenas os presidentes do Senado, da Câmara e do STF, além do vice-presidente, podem se deslocar para suas residências em jatinhos da FAB. Uma brecha na legislação permite que o ministro da Defesa autorize voos de outras autoridades nacionais ou estrangeiras.





Por: Redação Oeste

Outras notícias

Comentários