Camara Peixoto
Notícias recentes
Nova equipe de astronautas chega à Estação Espacial Internacional

Nova equipe de astronautas chega à Estação Espacial Internacional

access_time12/11/2021 09:51

A cápsula operada pela empresa privada SpaceX para a Nasa, a agência espacial norte-americana, com q

Secretaria convoca moradores dos Conjuntos Habitacionais

Secretaria convoca moradores dos Conjuntos Habitacionais

access_time30/05/2018 16:06

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Peixoto de Azevedo, através do setor habitacional co

Pandemia de coronavírus: remédio pior que a doença?

Pandemia de coronavírus: remédio pior que a doença?

access_time24/03/2020 00:34

O jornal norte-americano The New York Times publicou domingo, 22, interessante artigo, assinado por

Motoristas de aplicativo de transporte fazem manifestação e se juntam a caminhoneiros em paralisação em MT
Motoristas de Uber se solidarizam com caminhoneiros (Foto: João Neto/ Arquivo pessoal)

Motoristas de aplicativo de transporte fazem manifestação e se juntam a caminhoneiros em paralisação em MT

Motoristas se juntaram a caminhoneiros que protestam contra o preço do combustível na BR-364, em Cuiabá. Eles fizeram carreta e buzinaço na cidade.

access_time24/05/2018 07:09

Motoristas cadastrados a aplicativo de transporte de Cuiabá se solidarizam com a paralisação realizada por caminhoneiros e fazizeram uma carreata nesta quarta-feira (23). Os carros foram estacionados próximo a um ponto de bloqueio, no km 398 da BR-364.

De acordo com o motorista João Neto, os profissionais decidiram participar do movimento por não concordarem com a política de preços de combustíveis aplicada em Mato Grosso.

“Para nós que dependemos do combustível, fica oneroso e inviabiliza o trabalho”, disse ele.

Motoristas dizem que não concordam com a política de preços de combustível (Foto: João Neto/Arquivo pessoal)
Motoristas dizem que não concordam com a política de preços de combustível (Foto: João Neto/Arquivo pessoal)

Os motoristas fizeram carreata com “buzinaço” do centro da cidade, até o local onde os caminhoneiros estão concentrados.

Pontos de bloqueio

No terceiro dia de manifestações, os caminhoneiros fecharam 23 pontos de rodovias federais e mais quatro trechos de rodovias estaduais.

Decisão da Justiça

O juiz Marcelo Pinheiro, da 16ª Vara Federal do Distrito Federal, atendeu ao pedido da União e concedeu reintegração de posse de seis rodovias federais (BR-040, BR-050, BR-060, BR-070, BR-080 e BR-251), bloqueadas em razão de protestos de caminhoneiros.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF-MT) disse que não foi notificada dessa decisão.

No entanto, Coordenação Geral de Operações (CGO) da PRF determinou que os policiais orientem os manifestantes a retirem os veículos que estão sob a rodovia, a fim de evitar acidentes e garantir o tráfego de veículos de passeio, de emergência, ônibus e os com cargas vivas ou perecíveis e vivas que passarem pelos pontos de bloqueio.





Por: Lidiane Moraes/G1 MT

Outras notícias

Comentários