anuncie aqui
Notícias recentes
Carreta de soja tomba e pista fica interditada durante a tarde

Carreta de soja tomba e pista fica interditada durante a tarde

access_time21/09/2018 07:43

O motorista de uma carreta que trafegava pela BR-163, próximo a Sorriso, a 420 km de Cuiabá, perdeu

Em seis dias, sinal de TV analógico será desligado em seis municípios de MT

Em seis dias, sinal de TV analógico será desligado em seis municípios de MT

access_time08/08/2018 13:16

No dia 14 de agosto, o sinal de TV analógico será desligado nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande,

ONS diz que bandeira tarifária vermelha continuará em agosto

ONS diz que bandeira tarifária vermelha continuará em agosto

access_time27/07/2018 07:17

O diretor geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luís Eduardo Barata, informou hoje (

MPC investiga supostas irregularidades em licitação do governo para compra de maquinário
Proposta do governo adquirir pás-carregadeiras, caminhões e veículos (Foto: Maria Anffe/GcomMT)

MPC investiga supostas irregularidades em licitação do governo para compra de maquinário

A suspeita é de que o governo tenha direcionado a licitação. Ao todo, o governo pretende usar R$ 51,8 milhões para a aquisição de pás-carregadeira, caminhões e veículos

access_time13/06/2018 18:46

O Ministério Público de Contas de Mato Grosso (MPC-MT) abriu uma investigação para apurar supostas irregularidades na licitação para compra de maquinário pelo governo. A suspeita é de que o governo tenha direcionado o certame.

O edital é gerido pela Secretaria Estadual de Gestão (Seges-MT).

Por meio de assessoria, a pasta negou o direcionamento e afirmou que as especificações apontadas como exigências são, na verdade, qualificação técnica.

O edital pede que a marca do maquinário tenha três lojas no estado ou apresente três pessoas jurídicas que possam atender como assistência técnica.

A denúncia de que uma empresa seria supostamente beneficiada com o edital foi feita pela deputada estadual Janaína Riva (MDB).

O pregão eletrônico estava marcado para acontecer no dia 6 de junho. O governo, entretanto, suspendeu o processo, “tendo em vista a necessidade de adequações”.

Em março, o Executivo pediu permissão aos deputados, que concederam a autorização, para empréstimo de R$ 51 milhões para a compra.

Do total a ser utlizado, R$ 45,3 milhões devem ser usados para a aquisição de 71 pás carregadeiras e caminhões basculantes.

Os R$ 6,4 milhões restantes, segundo a proposta, serão destinados à aquisição de 150 carros de passeio que devem ser entregues aos conselhos tutelares dos municípios do estado.

Autorização dos deputados
O Poder Executivo encaminhou o projeto à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) no dia 24 de maio. No mesmo dia o pedido foi lido em plenário. Ele foi aprovado em duas votações.

A deputada Janaína Riva (MDB) criticou o empréstimo, mas votou favorável. "Se existe a necessidade dessas aquisições, porque o governo não se organizou para fazer isso antes?", afirmou. Ela disse, no entanto, que não poderia votar contra porque os municípios serão beneficiados com a compra dos maquinários.

O líder do governo, Wilson Santos (PSDB), alegou que o governo tem capacidade de endividamento. "Os maquinários que serão comprados vão atender quase 100% dos municípios do estado", declarou.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários