anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Advogado é assassinado a tiros em escritório em Juara

Advogado é assassinado a tiros em escritório em Juara

access_time17/03/2020 11:58

Um advogado foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira (17) na cidade de Juara. Segundo a Po

Domingo (11): Mato Grosso registra 464.500 casos e 12.312 óbitos por Covid-19

Domingo (11): Mato Grosso registra 464.500 casos e 12.312 óbitos por Covid-19

access_time11/07/2021 19:29

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (11.07), 464.500 casos

Terremoto seguido de tsunami deixa mais de 1,2 mil mortos na Indonésia

Terremoto seguido de tsunami deixa mais de 1,2 mil mortos na Indonésia

access_time02/10/2018 07:16

O número de mortos após o terremoto de magnitude 7,5 seguido de tsunami na ilha de Sulawesi, na Indo

MPF defende rejeição do pedido da defesa de Lula para encerrar última ação penal contra ele

MPF defende rejeição do pedido da defesa de Lula para encerrar última ação penal contra ele

Ex-presidente é réu por suposto tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso da compra de caças suecos durante o governo Dilma

access_time21/09/2021 09:32

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é réu por suposto crime de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa pela compra de 36 caças suecos durante o governo de Dilma Roussef por 4,5 bilhões de dólares. O Ministério Público Federal (MPF) acusa Lula de ter participado da negociação para aquisição das aeronaves. A ação penal é a única que envolve o petista e ainda não foi impactada pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que reconheceu o ex-juiz da Lava Jato como incompetente no caso do triplex do Guarujá, em São Paulo.

No parecer, o procurador da República no Distrito Federal (DF) Frederico Paiva defendeu que ainda não há uma decisão definitiva do Supremo sobre a extensão da parcialidade de Moro. Ele sinalizou a manutenção da ação penal e o interrogatório dos acusados. Lula é réu no processo junto de um de seus filhos. O ex-presidente seria ouvido em maio pelo justiça sobre o caso, mas teve o depoimento adiado após a defesa pedir a suspensão dos procuradores Frederico Paiva e Hebert Mesquita, por suposto envolvimento com integrantes da Lava Jato. A alegação é de que a ação deve ser encerrada, por se apoiar em provas que já foram consideradas nulas pelo Tribunal Regional Federal da 3ª região. Os advogados de Lula também argumentam que a ação dos caças suecos têm conexão com outro processo arquivado pela Vara Federal de São Paulo, na qual o ex-presidente era acusado por suposto tráfico de influência para favorecer a empreiteira OAS. Os outros processos envolvendo o petista foram suspensos ou encerrados após o entendimento do STF.





Por:

Outras notícias

Comentários