anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
MST anuncia que vai ‘aumentar a pressão’

MST anuncia que vai ‘aumentar a pressão’

access_time11/05/2023 11:08

O diretor nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stedile, afirmo

Com inflação disparada, Argentina coloca em circulação nota de 2 mil pesos

Com inflação disparada, Argentina coloca em circulação nota de 2 mil pesos

access_time23/05/2023 09:23

Com uma inflação de mais de 100% ao ano, a Argentina colocou em circulação na segunda-feira 22 a not

Médico segue desaparecido e Bombeiros entram em 3º dia de buscas

Médico segue desaparecido e Bombeiros entram em 3º dia de buscas

access_time16/01/2023 10:21

O médico recém-formado Hugo Bilego, de 25 anos, segue desaparecido e o Corpo de Bombeiros entra no t

MST deixa fazenda invadida em Goiás depois de operação da PM
Invasão da fazenda de 680 mil metros quadrados da União ocorreu no sábado, 26 de março | Foto: Divulgação/MST-GO

MST deixa fazenda invadida em Goiás depois de operação da PM

União, dona da área, deve incluir a propriedade em programa de reforma agrária

access_time27/03/2023 10:14

Depois de uma ação da Polícia Militar, as cerca de 600 famílias do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) que invadiram a Fazenda São Lukas, propriedade da União, saíram da área, localizada no município de Hidrolândia, a 35 quilômetros de Goiânia (GO), no domingo 26.

A invasão ocorreu no sábado 25. Segundo a Polícia Militar (SPU) de Goiás, houve diálogo e negociação com “os líderes do movimento e seus advogados”, e a saída dos sem-terra foi voluntária.

Depois da saída dos invasores, a Superintendência de Patrimônio da União de Goiás, órgão vinculado ao Ministério da Economia, afirmou que deu início às tratativas com o braço estadual do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para incluir a antiga Fazenda São Lukas nos programas de reforma agrária.

A antiga Fazenda São Lukas se tornou propriedade federal em 2019. De acordo com a Superintendência de Patrimônio da União (SPU), o imóvel tem quase 680 mil metros quadrados. A fazenda antes pertencia ao suíço Pietro Chiesa, condenado por organizar, junto de outras nove pessoas, um esquema de tráfico internacional de mulheres e meninas para prostituição. O esquema, descoberto pelas autoridades em 2002, usava a fazenda como rota. O imóvel foi arrestado pela União, junto com demais bens do patrimônio de Chiesa e de outros condenados. 

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a SPU de Goiás também afirmou que possui um Acordo de Cooperação Técnica com o município de Hidrolândia, para regularizar a propriedade da fazenda e planejar um novo destino para a propriedade.

A invasão da Fazenda São Lukas em Goiás aumenta a preocupação dos proprietários rurais, que temem uma escalada das invasões no próximo mês, quando o MST costuma fazer o “Abril Vermelho”, invadindo maior número de áreas rurais. Ainda em março, o movimento tomou três fazendas que pertencem à empresa Suzano Papel e Celulose.





Por: Redação Oeste

Outras notícias

Comentários