anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Palmeiras vence com 3 de Borja e faz a melhor campanha da Libertadores

Palmeiras vence com 3 de Borja e faz a melhor campanha da Libertadores

access_time17/05/2018 08:07

Depois de viver momentos de turbulência com a derrota no clássico diante do Corinthians, o Palmeiras

Cães são usados para detectar coronavírus em aeroporto na Finlândia

Cães são usados para detectar coronavírus em aeroporto na Finlândia

access_time25/09/2020 09:37

Cães treinados para detectar o novo coronavírus começaram a farejar alguns passageiros no aeroporto

Justiça abre precedente para apreensão de CNH de devedores

Justiça abre precedente para apreensão de CNH de devedores

access_time08/06/2018 10:26

A decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) de suspender a CNH (Carteira Nacional de Habilitação

MT abate 5 milhões de cabeças de gado em 2018, cerca de 9% a mais que no ano anterior
Aumenta o número de abate de fêmeas em MT — Foto: Reprodução/TVCA

MT abate 5 milhões de cabeças de gado em 2018, cerca de 9% a mais que no ano anterior

Abate de fêmeas também aumentou em 12,76% em relação a 2017

access_time16/01/2019 08:05

O número de abates de gado em Mato Grosso, cresceu cerca de 9% em 2018, comparado ao ano anterior. Segundo dados da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), 5,40 milhões de animais foram abatidos.

Ainda segundo a Associação, o abate de fêmeas saltou de 2,11 milhões de cabeças, em 2017, para 2,38 milhões no ano seguinte. O que corresponde a 12,76% de aumento entre um ano e outro.

De acordo com o consultor técnico da Acrimat, Amado de Oliveira, o aumento dos abates de fêmeas pode ter sido motivamos por dois fatores: descapitalização do criador ou para reduzir a ofereta de bezerros.

"A pecuária é cíclica, em determinado momento a vaca será necessária para produção de bezerros, em outro, ela é utilizada como fonte de renda e bem de consumo. Isso faz como que o mercado gire", explicou ele.

Em relação ao abate de machos, o aumento foi um pouco mais tímido, 6,20%, saindo de 2,85 milhões em 2017, para 3,02 milhões de cabeças em 2018.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários