Spigreen
Notícias recentes
Trabalhador morre após levar choque ao tentar apagar fogo em fazenda causado por queda de poste

Trabalhador morre após levar choque ao tentar apagar fogo em fazenda causado por queda de poste

access_time31/07/2018 08:11

Um trabalhador rural morreu, nesta segunda-feira (30), depois de sofrer uma descarga elétrica ao ten

Há vínculo empregatício entre Uber e motorista, decide corte francesa

Há vínculo empregatício entre Uber e motorista, decide corte francesa

access_time05/03/2020 21:39

Ao se conectar à plataforma digital Uber, fica estabelecida uma relação de subordinação entre o moto

Justiça suspende festa de casamento a pedido do MP

Justiça suspende festa de casamento a pedido do MP

access_time22/06/2020 11:29

A Justiça acolheu pedido liminar efetuado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso e determi

MT já registrou mais de 22,6 mil focos de queimada e brigadistas de outros estados ajudam no combate ao fogo
Mato Grosso registrou nos 12 primeiros dias de setembro 5.860 focos de incêndio. — Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

MT já registrou mais de 22,6 mil focos de queimada e brigadistas de outros estados ajudam no combate ao fogo

O número de queimadas neste ano corresponde a um aumento de 64% se comparado ao mesmo período do ano passado

access_time13/09/2019 14:59

Mato Grosso registrou de janeiro até agora mais de 22,6 mil focos, 64% a mais em relação ao mesmo período no ano passado, conforme informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Em agosto houve o primeiro pico das queimadas, 8.030 ocorrências, média de 259 focos de calor por dia. Mas em setembro a situação pode ser ainda pior. Nos 12 primeiros dias foram 5.860 focos, uma média de 488 focos por dia, aumento de 88,4% do que a média diária em relação a agosto.

Militares e brigadistas formam equipes pra apagar o fogo em regiões onde as chamas são tão altas que entrar na mata é um risco. Para isso, 85 homens do Exército já estão ajudando os bombeiros no estado, a maior parte em Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá.

O Instituto Chico Mendes está remanejando profissionais para Chapada. Brigadistas de outras unidades, como do Parque Nacional da Chapada Diamantina, na Bahia, e da Reserva Biológica Mata Escura, em Minas Gerais. O Ibama também está mandando ajuda, 45 brigadista de outros estados.

Hoje desembarcam no Brasil seis peritos da guarda florestal americana. Eles também vão para a Chapada dos Guimarães. O reforço é necessário porque os focos de queimadas não param de subir em Mato Grosso.

São tantos os lugares queimando que o combate demora para chegar.

A Serra Tapirapuã, em Nova Olímpia, a 207 km de Cuiabá, está queimando há uma semana. O fogo já destruiu mais de 4 mil hectares de áreas de preservação.





Por: Ianara Garcia, TV Centro América

Outras notícias

Comentários